PSD-Olhão critica atribuição de condecoração a Francisco Leal

.
Daniel Santana, presidente do PSD-Olhão

Os responsáveis da Comissão Política do PSD de Olhão mostraram-se “surpreendidos” por o Presidente da República ter condecorado o anterior presidente da Câmara Municipal de Olhão, Francisco Leal, com a comenda da Ordem de Mérito.

A surpresa dos sociais democratas deve-se à apreciação negativa que fazem do trabalho do ex-presidente, que chefiou os rumos do concelho durante 20 anos consecutivos.

O PSD-Olhão invoca como argumentos para as suas críticas “os diversos processos em tribunal ainda a decorrer contra o socialista Francisco Leal e a sua governação”, “a poluição da Ria Formosa, à qual a Câmara fechou os olhos”, “a instrumentalização do cargo de presidente”, bem como “processos de construção duvidosos” e “sobretudo, a dívida colossal que deixou, no final do seu mandato, fruto da gestão danosa do município”.

A Comissão Política do PSD Olhão afirma ter-se “premiado a irresponsabilidade” e “legitimado a má gestão do anterior presidente socialista”, que “governou o concelho, no período em que os municípios vizinhos ultrapassaram Olhão em todos os indicadores de desenvolvimento, causando um autêntico período de estagnação”.

Os sociais democratas de Olhão ironizam com as declarações do atual presidente da Câmara Municipal, António Pina, considerando-as “apropriadas” quando este afirma que o seu antecessor “é um exemplo do bom trabalho autárquico desenvolvido na região nos últimos anos”, pois consideram que “o trabalho desenvolvido até agora pelo executivo socialista tem-se pautado pela continuidade da mediocridade”.

.

.

pub

 

 

 

pub

WP2FB Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste