245 mil euros para atividades culturais em Lagos

A Câmara Municipal de Lagos aprovou por unanimidade, na semana passada, os subsídios a atribuir este ano a 28 agentes culturais locais, num valor que ascende aos 245 mil euros. São mais 88 mil euros para as áreas da música, dança, teatro e artes plásticas do que no ano anterior. E são também mais nove associações do que em 2018.

“A atribuição destes apoios visa a prossecução de objetivos como estimular a produção cultural de qualidade, salvaguardar os traços essenciais da cultura e património locais, apoiar a criação artística e contribuir para a valorização cultural do município e a dinamização dos equipamentos culturais”, salienta a autarquia, em comunicado, frisando que “as associações culturais e recreativas prestam um serviço inestimável à comunidade, salvaguardando tradições e promovendo junto das populações o gosto pela cultura”.

As 28 associações culturais e recreativas do município que vão receber estes apoios em 2019 são: Clube Desportivo de Odiáxere (mil euros); Associação do Grupo Coral de Lagos (32 mil); Clube Artístico Lacobrigense (20 mil); TEL – Teatro Experimental de Lagos (18.605); Sociedade Filarmónica Lacobrigense (15.510); Associação de Dança de Lagos (15.750); (A) Garra – Associação Jovem de Lagos (15 mil); LAC – Laboratório de Atividades Criativas (12.203); Centro de Estudos de Lagos (3.750); CasaBranca (8.500); CCDTCML (3 mil); Orquestra Ligeira de Lagos (12 mil); ABC – Os Espichenses (1.500); Rancho Folclórico de Odiáxere (6 mil); Clube Recreativo e Cultural Luzense (4.850); Corpo Nacional de Escutas – Agrupamento Escuteiros 173 (3.600); Associação de Artesãos do Barlavento (1.500); Associação Centro Cultural de Barão de S. João (1.500); Grupo de Amigos do Chinicato (1.500); Associação Filatélica e Numismática Gil Eanes (1.500) e Grupo Popular das Portelas (600 euros).

pub

 

 

 

pub

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste