27 bons vinhos algarvios para beber em 2018

O júri do concurso, composto por membros da Associação de Escanções de Portugal, avaliou os 85 vinhos a concurso no Teatro Gregório Mascarenhas, em Silves (Créditos fotográficos: Vico Ughetto/CVA)

A 11ª edição do Concurso de Vinhos do Algarve atribuiu 27 prémios. O júri destacou a “excelente qualidade” dos vinhos apresentados, mas também a sua imagem, “com rótulos apelativos e sugestivos”, demonstrando um crescente investimento na comercialização. Enquanto a nível nacional se assiste, em 2018, a um decréscimo na compra de vinhos (-0,4%), no Algarve, as vendas dispararam quase 50%, evidenciando que este é um setor em franco crescimento

 

Nos últimos anos, a região tem sido palco de uma grande evolução em termos de qualidade dos vinhos. Apareceram no mercado vinhos dos mais variados estilos, personalizados, bem feitos e ao alcance de todas as bolsas.

Essa qualidade foi comprovada na 11ª edição do Concurso de Vinhos do Algarve, onde um júri, composto por 20 especialistas da Associação de Escanções de Portugal, atribuiu 27 medalhas no evento, que se realizou, no passado dia 7 de maio, em Silves.

Os membros da associação destacaram a “excelente qualidade” dos 85 vinhos apresentados neste concurso, que é organizado pela Comissão Vitivinícola do Algarve (CVA).

“O júri não teve tarefa fácil, devido à qualidade dos vinhos apresentados a concurso. A comprová-lo, e aliás à semelhança do ano passado, o júri não atribuiu qualquer medalha de bronze, devido à média de pontuação ter sido superior a 84 pontos”, adiantou a organização do concurso…

(NOTÍCIA COMPLETA NA ÚLTIMA EDIÇÃO DO JORNAL DO ALGARVE – NAS BANCAS A PARTIR DE 17 DE MAIO)

 

Lista oficial dos medalhados no Concurso de Vinhos do Algarve 2018

Grande Medalha de Ouro: “Melhor Vinho do Algarve”
 Marquês dos Vales Grace Vineyard – Tinto 2012 (Quinta dos Vales)

Medalha de Ouro:
 Allma Garve – Tinto 2017 (Herdade dos Pimenteis)
 Alvor Mitto – Rosé 2017 (Quinta do Morgado da Torre)
 Alvor Sauvignon Blanc – Branco 2017 (Quinta do Morgado da Torre)
 Barrocal – Tinto 2017 (Casa Santos Lima)
 Cabrita Reserva – Tinto 2015 (José Manuel Cabrita)
 Convento do Paraíso – Tinto 2015 (Convento do Paraíso)
 Marchalégua – Rosé 2015 (Agrolares)
 Marquês dos Vales DUO – Tinto 2015 (Quinta dos Vales)
 Marquês dos Vales Grace Touriga Franca – Tinto 2015 (Quinta dos Vales)
 Marquês dos Vales Grande Escolha – Tinto 2014 (Quinta dos Vales)
 Quinta do Barradas Selecção – Tinto 2015 (Rotas Seculares)
 Rabo de Galo – Tinto 2017 (Casa Santos Lima)
 Tapada da Torre Reserva – Branco 2016 (Quinta do Morgado da Torre)
 Vale de Parra – Tinto 2016 (Quinta da Malaca)

Medalha de Prata:
 Esquerdino Colheita Selecionada – Branco 2017 (Quinta do Canhoto)
 Euphoria – Branco 2017 (Convento do Paraíso)
 João Clara Negra Mole – Tinto 2015 (Quinta João Clara)
 Malaca Sauvignon Blanc – Branco 2017 (Quinta da Malaca)
 Marquês dos Vales Grace Syrah-Viognier – Tinto 2015 (Quinta dos Vales)
 Marquês dos Vales Seleta – Rosé 2017 (Quinta dos Vales)
 Paxá Reserva – Tinto 2015 (Paxá Wines)
 Porches – Tinto 2015 (Única – Adega Cooperativa do Algarve)
 Quinta da Tôr Algibre – Tinto 2015 (Quinta da Tôr)
 Quinta da Tôr Syrah – Tinto 2016 (Quinta da Tôr)
 Quinta de Ferrel Reserva – Branco 2017 (Herdade dos Seromenhos)
 Sentidos Tato – Tinto 2016 (Quinta dos Sentidos)

 

Nuno Couto|Jornal do Algarve

Advertisements
Tamanho da Fonte
Contraste