“A Arte de Ensinar” em foco em Vila do Bispo

Na próxima sexta-feira, dia 22 de novembro, pelas 18h30, realizar-se-á a tertúlia subordinada ao tema “A Arte de Ensinar”, no Centro Interpretativo de Vila do Bispo.

Esta iniciativa decorre no âmbito da exposição internacional “Comenius e a Arte de Ensinar”, que circula pelo Algarve desde a sua inauguração, em fevereiro deste ano, na Biblioteca da Universidade do Algarve. Esta exposição já esteve patente na Casa Museu João de Deus, em São Bartolomeu de Messines, no Arquivo Municipal de Vila Real de Santo António, encontrando-se, atualmente, no Centro Interpretativo de Vila do Bispo até 13 de dezembro.

Estando os painéis traduzidos em três línguas – português, espanhol e italiano – esta exposição também já passou pela cidade do Porto, pelas cidades espanholas de Barcelona e Málaga, e pela cidade italiana de Bolonha.

Comenius, pedagogo do século XVII, pai do ensino pictórico, pensador universalista, defendia que se deve “ensinar, tudo a todos e totalmente”, uma premissa que continua válida nos dias de hoje. A sua principal obra, a “Didacta Magna”, ainda é lida e vendida em várias línguas à escala global. Ao longo dos séculos, o ideário de Comenius foi absorvido pela maçonaria e influenciou outros pedagogos, como Krause e Maria Montessori.

Esta exposição chega ao Algarve acrescida de valor, na medida em que estabelece uma proximidade entre a proposta didática de Comenius e o trabalho do algarvio, messinense, João de Deus, autor da “Cartilha Maternal”. Apesar dos 200 anos que distam entre estes dois pedagogos, ambos defendiam a importância da ensinar a ler e a contar a partir de casa, com o apoio das mães.

Adiconar comentário

Carregue aqui para comentar

Comentar

>
Tamanho da Fonte
Contraste