“A Costa Vicentina está a tornar-se num bairro da lata”

As ações de fiscalização têm gerado muitos processos de contraordenação, mas as coimas só são aplicadas após notificação em carta registada. Ou seja, os estrangeiros acabam por não pagar a multa

Invadem as praias e as falésias, dormem em rulotes, carrinhas, carros ou tendas, “semeiam” lixo e fazem as necessidades em trilhos. O problema do campismo e caravanismo selvagem na Costa Vicentina está cada vez mais na ordem do dia. A maioria dos infratores são estrangeiros e, por isso, as coimas aplicadas não chegam a ser pagas. Para os autarcas e população local só há uma solução: as multas passarem a ser cobradas na hora. Caso contrário, ficam sem os documentos das viaturas

Há cerca de 20 anos que o problema tem vindo a ser denunciado por autarcas e população, mas, até agora, nada conseguiu deter o fenómeno – ou flagelo – do caravanismo e o campismo selvagem no parque natural da Costa Vicentina, inserido nos concelhos de Aljezur e Vila do Bispo. Pelo contrário, “a situação é cada vez mais grave”, com centenas de veículos espanhóis, franceses, alemães, holandeses, ingleses e também alguns portugueses, “acampados” em zonas sensíveis, alertam.

O último capítulo desta novela sem fim à vista ocorreu na semana passada, com a assembleia municipal de Vila do Bispo a aprovar uma moção, por unanimidade, onde apela ao Governo para alterar a lei nesta matéria. A ideia é passar a cobrar as multas no momento da infração relativa à prática de campismo e caravanismo selvagem.

“O caravanismo selvagem está a tomar de assalto o concelho de Vila do Bispo e toda a Costa Vicentina, invadindo parques de estacionamentos das praias, estacionando junto às falésias, dormindo em rulotes, carros, carrinhas ou tendas, ‘semeando’ lixo por onde passam”, lê-se na moção, assinada pelo presidente da junta de freguesia de Sagres, Luís Miguel Paixão…

(NOTÍCIA COMPLETA NA ÚLTIMA EDIÇÃO DO JORNAL DO ALGARVE – NAS BANCAS A PARTIR DE 29 DE NOVEMBRO)

Nuno Couto|Jornal do Algarve

Advertisements
Tamanho da Fonte
Contraste