A escola que mudou a vida a milhares de algarvios faz 100 anos em Silves

O primeiro estabelecimento oficial de ensino no barlavento algarvio celebra um século de existência, no próximo sábado, com uma cerimónia que vai reunir antigos e atuais alunos, professores e funcionários. A escola inaugurada em 1919 – e por onde passaram cerca de 100 mil alunos, entre eles alguns nomes famosos – continua a ser “um pilar fundamental da educação dos jovens” da região

No dia 23 de setembro de 1919, nascia a Escola Elementar de Comércio e Indústria João de Deus, na cidade de Silves. Este estabelecimento de ensino oficial – o primeiro do barlavento algarvio – foi criado por decreto-lei, tendo sido posteriormente inaugurado a 5 de outubro de 1920, em instalações disponibilizadas pela Câmara Municipal de Silves.

ESCOLA SECUNDARIA DE SILVES

Nos anos que se seguiram, a escola mudou de nome várias vezes. Primeiro, pouco tempo depois da sua entrada em funcionamento, a denominação passou para Escola Industrial e Comercial João de Deus. Mais tarde, abandonou o nome do seu patrono e passou a chamar-se Escola Industrial e Comercial de Silves (1948). Mas o batismo do nome que tem atualmente – Escola Secundária de Silves – só aconteceria após o 25 de Abril de 1974.

Nestes 100 anos, a escola localizada na cidade de Silves, que também passou por três edifícios (mudanças ocorridas em 1931 e 1958), foi responsável pela educação e formação de cerca de 100 mil alunos. Entre eles, contam-se a artista plástica Maria Keil do Amaral, o político, resistente antifascista e sindicalista José Rodrigues Vitoriano, o poeta, jornalista e dramaturgo João Brás, o futebolista Rui Bento, o atleta campeão nacional Carlos Calado, o compositor e músico Zé da Ponte e a cantora Aurea, entre outros.

Atualmente, a Escola Secundária de Silves conta com cerca de 800 alunos e 30 professores. Ainda assim, está longe dos 1.500 alunos que tinha por ano na década de 70. O auge desta escola foi em 1977, quando era frequentada por cerca de dois mil alunos, apesar de só ter sido construída para mil.

Efeméride junta antigos e atuais alunos e professores

É para assinalar este século de existência que vai realizar-se, no próximo sábado, dia 14 de setembro, um conjunto de atividades que visa envolver a comunidade escolar – antiga e atual – culminando num jantar comemorativo. O programa iniciar-se-á por volta das 17h30…

Leia a notícia completa na edição em papel.

pub

 

 

 

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste