ALGARVE REPORTAGEM ÚLTIMAS

A triste sina de uma região sem trabalho no inverno

Entre junho e setembro a taxa de desemprego baixa consideravelmente no Algarve. Terminado o verão, os valores disparam
Entre junho e setembro a taxa de desemprego baixa consideravelmente no Algarve. Terminado o verão, os valores disparam

O frio chega, o desemprego “explode”. Tem sido assim nas últimas décadas e muito dificilmente a região escapará a essa triste sina num futuro próximo. A culpa é da forte sazonalidade do turismo algarvio, com a época alta cada vez mais concentrada em quatro meses. No resto do ano, a maioria das empresas fecha portas ou reduz custos para se aguentar. É o que confirmam os últimos dados do INE: o fim do verão trouxe mais uma vez um aumento recorde do desemprego no Algarve. Segundo contas do JA, com o fim do verão “desapareceram” mais de dez mil empregos na região…!

(Notícia completa na última edição do JA – dia 18 de fevereiro)

Nuno Couto

PUB
Tamanho da Fonte
Contraste