Aberto concurso para a exploração do icónico Café Calcinha

Os contratos de concessão serão feitos por um período de três anos, renováveis anualmente por mais dois, até um máximo de cinco

A Câmara Municipal de Loulé abriu concurso público para concessionar a exploração do Café Calcinha, classificado como património municipal e um dos pontos de passagem turística da cidade, depois de o contrato anterior, de cinco anos, ter expirado.

A autarquia algarvia destacou, ao anunciar a abertura do concurso, que se trata de um “icónico estabelecimento comercial e de tertúlia da cidade de Loulé”, adiantando que os contratos de concessão serão feitos por um período de três anos, renováveis anualmente por mais dois, até um máximo de cinco.

O objetivo da autarquia é “encontrar um novo concessionário que traga de volta o Calcinha à vida da cidade”, garantindo “a valorização do espaço enquanto elemento histórico e arquitetónico, que faz parte da Rota dos Cafés com História”.

A mesma fonte sublinhou que os critérios de avaliação vão ter em conta “a audácia e mérito criativo e técnico (50 %)”, assim como “o valor da renda mensal (40 %) e as atividades culturais que venham aqui a ser realizadas (10%)”.

Os candidatos podem aceder à documentação na Divisão de Aprovisionamento e Contratação Pública da autarquia ou aqui.

Inicialmente o prazo fixado para as candidaturas terminaria a 22 de junho, contudo, os interessados terão mais um 10 dias úteis (após publicação em Diário da República) para poder enviar as suas propostas para a Câmara Municipal de Loulé.

- Publicidade-spot_img

Deixe um comentário

+ Populares

- Publicidade -castro-marim-santos
- Publicidade-spot_img

Leia Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Tem uma Dica?

Contamos consigo para investigar e noticiar

Tamanho da Fonte
Contraste