Adjudicada obra de 500 mil euros para reparação do quebra-mar de VRSA

.

A Direção-Geral de Recursos Naturais, Segurança e Serviços Marítimos (DGRM) anunciou, na sexta-feira, a adjudicação da empreitada de recuperação do quebra-mar de Vila Real de Santo António, após a realização do procedimento de contratação, pelo valor de cerca de 500 mil euros.

“A obra tem por objetivo reforçar a estrutura anteriormente existente, ao nível da camada de proteção exterior da cabeça do quebra-mar, bem como a estrutura do farolim aí instalado, repondo as condições de segurança para a navegação e a estabilidade estrutural do molhe de proteção”, informa a DGRM, lembrando que o quebra-mar sofreu danos que foram causados pelas tempestades dos últimos invernos, “de características mais gravosas do que é habitual, que originaram roturas sucessivas na cabeça da estrutura”.

A empreitada tem um prazo de execução de 3,5 meses, com início imediato após a consignação da mesma, estando prevista a sua execução “até ao final do presente ano”.

Esta intervenção segue-se ao investimento de 1 milhão e 350 mil euros na reparação do molhe da barra de Tavira, concluído em 2017 pelo Ministério do Mar.

JA

Advertisements
Advertisements
Tamanho da Fonte
Contraste