ALGARVE

Aeroporto de Faro com menos de 1/4 dos passageiros de 2019

aeroporto
Aeroporto de Faro

O aeroporto de Faro registou um acréscimo do movimento de passageiros entre janeiro e agosto (1,5 milhões; +3,8%), apesar de o valor se encontrar “ainda distante” do registado no mesmo período em 2019 (6,3 milhões de passageiros, representando um decréscimo de 76,3%), divulgou esta semana o Instituto Nacional de Estatística (INE).

No mesmo período, e em sentido inverso, Lisboa movimentou 44,9% do total de passageiros (5,5 milhões), mas registou um recuo de 22,3%.

No total nacional, no acumulado entre janeiro e agosto de 2021, registou-se uma diminuição homóloga de 9,2% no número de passageiros movimentados nos aeroportos portugueses (-67,1% no período homólogo de 2020; +7,1% no mesmo período de 2019). Comparando com o mesmo período de 2019, a redução foi de 70,1%.

Quanto apenas ao mês de agosto, o movimento nos aeroportos nacionais aumentou 76,3%, face ao mesmo mês do ano anterior, para 3,9 milhões de passageiros, mas caiu 39,9% em comparação com 2019,

“Em agosto de 2021 aterraram nos aeroportos nacionais 17,4 mil aeronaves em voos comerciais, correspondendo a 3,9 milhões de passageiros (embarques, desembarques e trânsitos diretos) e ao movimento de 16,1 mil toneladas de carga e correio (registando crescimentos de 39,9%, 76,3% e 55,3%, face a agosto de 2020, respetivamente)”, lê-se nas “Estatísticas rápidas do Transporte Aéreo” do INE.

Segundo refere, trata-se do mês em que se atingiram “os níveis mais elevados de aeronaves aterradas e passageiros movimentados desde o início da crise pandémica covid-19”.

Contudo, face a agosto de 2019, o movimento de passageiros diminuiu 39,9% e o de carga e correio decresceu 5,2%, enquanto o número de aeronaves aterradas recuou 25,0% (-55,8%, 10,3% e -33,2% em julho de 2021 face ao mesmo mês de 2019, pela mesma ordem).

PUB
Tamanho da Fonte
Contraste