MUNDO ÚLTIMAS

AIEA critica resposta do Japão após catástrofe de Fukushima

Um relatório da Agência Internacional de Energia Atómica (AIEA) critica as autoridades japonesas após o acidente na central nuclear de Fukushima, em março, por não ter colocado em prática o protocolo exigido pelo órgão, em caso de acidentes nucleares.

De acordo com o relatório, as autoridades japonesas deveriam ter implementado o protocolo que prevê a cooperação entre os países e a agência para organizar a ajuda, a segurança e a comunicação quando ocorrem acidentes.

A AIEA reprovou Tóquio por não adotar o princípio e não manter medidas recomendadas de segurança em diferentes níveis contra ameaças externas. Os estados membros, no entanto, não são obrigados a cumprir estas normas de segurança, estipuladas pela AIEA.

O relatório também aponta que as medidas anti-tsunamis, reforçadas pelo Japão em 2002, nunca foram avaliadas pelos analistas da AIEA.

Essas são as principais conclusões do relatório escrito por peritos da AIEA após visitarem o Japão.

Numa versão preliminar do texto, entregue em princípios de junho aos 151 países membros da agência, o órgão denunciou que os riscos de tsunami foram subestimados. Mesmo assim, a AIEA destacou na ocasião a resposta “exemplar” do Japão ante a catástrofe.

Em 11 de março, um terremoto seguido por um tsunami devastou a costa nordeste do Japão, danificando gravemente a central nuclear de Fukushima.

PUB

2Comentários

Click aqui para comentar

  • Na minha concepção, o acidente de Fukushima, JAMAIS, deve ser encarado como um problema no Japão, mas sim em NOSSO mundo, em NOSSA casa. Isto é mais uma prova de que é um problema POLÍTICO. Por que não há união de vários países, para acabar com o problema de dimensões tão grandes, graves e drástico como este? 

    Não é problema meu, se no apartamento do vizinho há um vazamento de gás! O que é que tem? O máximo que posso fazer é reclamar. Por que é que eu iria até lá ajuda-lo?Se explodir o primeiro apartamento a ir embora é o dele, se o meu explodir junto matando a mim, minha esposa e meus filhos, …  foi uma fatalidade que eu não pude evitar, acidentes acontecem! 

     – Esta, é a visão do mundo perante isto.

    • este é o mundo que vivemos, controlado pelos estados unidos e aliados estupidos. os estados unidos foram sempre contra “paises unidos” como  a uniao sovietica e outros e tentam meter se em tudo que nao lhes diz respeito.

Tamanho da Fonte
Contraste