DESPORTO

Albufeira homenageou equipa B do Imortal Basket Club

Homenagem IBasket
Homenagem IBasket

O Município de Albufeira realizou recentemente uma homenagem à Equipa B do Imortal Basket Clube, pela conquista do Campeonato Nacional da 2.ª Divisão e consequente subida ao Campeonato Nacional da 1.ª Divisão.

A Cerimónia decorreu no Salão Nobre dos Paços do Concelho, reunindo atletas, a equipa técnica e dirigentes, que se fizeram acompanhar do troféu que lhes garantiu o título de campeões nacionais.

O presidente da Câmara Municipal felicitou todos os presentes e referiu que têm sido os bons resultados das equipas e atletas do concelho o que vai permitir que “dentro de poucos anos, ou talvez já em 2022, Albufeira possa candidatar-se a ‘Cidade Europeia do Desporto’, o que traria a possibilidade de se realizar nesta cidade diversas competições nacionais e internacionais, bem como despertar outras modalidades que possam estar um pouco adormecidas”.

O autarca salientou estar a referir-se, nomeadamente, a modalidades como o hóquei em patins, que foi em tempos, uma das imagens de marca do Imortal Desportivo Clube.

“Albufeira precisa de nomes que enalteçam este Município, tão maltratado que está pela informação em torno da pandemia, mercê de critérios injustos de avaliação”, frisou. Manifestando votos de umas boas férias a todos os atletas, José Carlos Rolo apontou que tem “sempre garantido o apoio a este e a outros clubes e associações, e para o ano, esta Câmara continuará certamente a apoiar o desporto”, com vista a que “este e outros clubes fiquem cada vez mais fortes, mais sólidos e nos tragam mais vitórias para Albufeira”.

Agradecendo esta homenagem, o treinador da equipa, Bernardo Pires, salientou ser “extremamente positivo” o trabalho que tem sido “desenvolvido em parceria com a Autarquia”.

Enquadrando a importância do título de campeões da 2ª Divisão, referiu que o mesmo vai permitir “manter os jovens atletas em competição, muitos dos quais já ligados à equipa A”. Alguns dos atletas da referida equipa A são chamados a substituir os da B, aquando da ocorrência de lesões. “Seria impossível a existência desta equipa sem o apoio da Câmara Municipal. Este patamar

permite aos atletas de Albufeira e aos atletas de fora de Portugal terem o objetivo de chegarem à equipa A, a partir da qual ficarão, muitos deles, fidelizados ao clube e a Albufeira”, referiu Bernardo Pires. Aquele treinador notou ainda que “as equipas B são muito dispendiosas, mas fundamentais pois permite que os atletas na altura difícil das suas vidas, quanto ao percurso académico, possam estudar na Universidade do Algarve, evitando a sua saída de Albufeira”.

PUB
Tamanho da Fonte
Contraste