ALGARVE

Albufeira investe em lâmpadas LED e poupa 167 mil euros por ano em luz

[mobileonly] [/mobileonly]

A Câmara Municipal de Albufeira prepara-se para substituir 2500 luminárias, mais antigas e dispendiosas, por outras de tecnologia LED. O investimento de 675 mil euros tem como objetivo aumentar os níveis de eficiência do município e a segurança de pessoas e bens, diminuindo o consumo de eletricidade – poupança que poderá ascender a 167 mil euros por ano – e as necessidades de manutenção.

Das 23 mil luminárias existentes no concelho, 3555 passarão a ser em LED, o que representa uma poupança anual de 166 mil euros na fatura energética, permitindo um retorno de capital em quatro anos.

O objetivo é em várias zonas do concelho, por energia mais limpa, e que reduz, não somente a pegada ecológica mas também os custos de consumo.

Até ao momento, já foram instaladas 955 luminárias LED, 400 custeadas pelo município e 555 instaladas pela EDP a pedido da autarquia. “Prevemos substituir brevemente todas as luminárias do centro urbano de Albufeira. Depois deste concurso público, realizaremos mais dois ou três para substituir um total de 6200 luminárias, desde a Marina até à Balaia, Alto dos Caliços e Montechoro”, revela o presidente da Câmara Municipal, José Carlos Rolo.

As 2500 novas luminárias LED representam um investimento a rondar os 675 mil euros, mas que segundo o autarca “é um investimento para o futuro, que permite o retorno de capital simples em quatro anos”. Por ano, as 3555 luminárias LED permitem poupar cerca de 167 mil euros. “Além de reduzir visivelmente os custos, estamos a contribuir para a diminuição do consumo de eletricidade e consequentemente da pegada ecológica”, afirma José Carlos Rolo.

Com esta medida, 15,2 por cento da iluminação pública do concelho utilizará lâmpadas LED. É intenção do município estender esta medida às restantes freguesias, numa parceria com a EDP Distribuição, em que a Câmara financiará o processo nos centros urbanos e a EDP ocupar-se-á essencialmente das zonas rurais.

Para o presidente da câmara, “a substituição das antigas luminárias de vapor de mercúrio e sódio da rede de iluminação pública proporcionará melhores condições de conforto visual e permitirá aumentar o tempo de vida útil e durabilidade dos sistemas de iluminação, com importantes ganhos em termos de sustentabilidade ambiental”.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste
%d bloggers like this: