praia dos pescadores albufeira
ALGARVE

Albufeira: Levantada interdição a banhos na Praia dos Pescadores

A interdição a banhos na Praia dos Pescadores, aplicada ontem, foi esta tarde levantada após análises microbiológicas efetuadas à agua, que indicam que “não há risco para a saúde dos utentes”, refere a Agência Portuguesa do Ambiente (APA).

“As análises microbiológicas efetuadas à água balnear da praia dos Pescadores indicam que não há risco para a saúde dos utentes, pelo que a situação voltou à normalidade, hoje dia 20 de julho de 2021”, anuncia em comunicado.

A interdição foi aplicada por volta das 18:00, após o registo de “uma rutura na conduta de águas de abastecimento” em Albufeira.

“A água foi drenada para a praia, atingindo o mar através do pontão da praia dos Pescadores arrastando muitos sedimentos gerados pela erosão ocorrida na zona da afetada pela rotura”, explica a APA.

Como “medida cautelar”, a Autoridade Marítima hasteou a bandeira vermelha “até que que os resultados analíticos das amostras comprovassem que a qualidade da água era compatível com a prática balnear”.

Câmara acusa autoridades de “precipitação”

A Câmara Municipal de Albufeira acusou esta terça-feira a Capitania de Portimão-Albufeira de “precipitação” ao interditar a Praia dos Pescadores a banhos sem ter consultado o município.

Segundo a Câmara Municipal de Albufeira, o “escorrimento de água acastanhada com odor na Praia dos Pescadores” ocorrida ontem deveu-se a “uma rutura na rede de abastecimento de água (potável) na Rua da Liberdade, o que deu origem à cor amarelada, fruto da erosão do terreno provocada pela saída da água em pressão”.

A água gerada neste incidente foi então encaminhada para o interior do Túnel de Drenagem da Ribeira de Albufeira através dos dispositivos de drenagem superficial da Rede Pluvial, onde “está colocada uma comporta para fazer o desvio de possíveis escorrências existente na linha de água para o Caneiro da Avenida 25 de Abril”.

A autarquia explica, no comunicado, que “dada a inexistência de pluviosidade” no Caneiro “Caneiro vão ficando depositados resíduos provenientes das lavagens da rua e de esplanadas, o que, num ambiente húmido, propicia um desenvolvimento bacteriológico que acelera a decomposição desses resíduos”, causando mau cheiro. Segundo o município, a situação foi resolvida “em pouco mais de uma hora”.

PUB
Tamanho da Fonte
Contraste