Alemanha pode ser base para as exportações agrícolas portuguesas

.
.

A ministra da Agricultura, Assunção Cristas, encontrou-se ontem com o seu homólogo alemão, em Berlim, para lhe dizer que o sector agroindustrial português está mais forte que nunca e que está disponível para exportar mais, não apenas para a Alemanha, mas também para o resto dos países do norte da Europa.

Assunção Cristas e Hans-Peter Friedrich estiveram reunidos em Berlim, no pavilhão de Portugal presente na Fruitlogistica – o maior evento do sector a nível mundial.

Na mesma ocasião a ministra da Agricultura aproveitou para fazer lóbi político para que Portugal seja o país parceiro deste evento, já em 2015.

“Isso significa que, nessa posição, a imagem de Portugal será projetada durante três dias em toda a cidade de Berlim e que, no decorrer da Fruitlogistica, nos será estendida a passadeira vermelha a todos os grandes compradores mundiais de frutas e legumes, desde as grandes cadeias de distribuição aos maiores operadores logísticos”, explica Manuel Évora, presidente da Portugal Fresh, marca chapéu que congrega algumas dezenas de empresas do sector das frutas, legumes e flores.

Em última análise, “poderemos estar a dar um enorme contributo às exportações do sector”, que já rondam os mil milhões de euros anuais, diz Assunção Cristas.

RE

pub

 

 

 

pub

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste