Algarve celebra 45º aniversário do 25 de Abril

As comemorações do aniversário do 25 de Abril vão prolongar-se durante vários dias um pouco por toda a região. O objetivo é, como sempre, recordar os valores da liberdade. O JORNAL DO ALGARVE revela o que vai acontecer em vários municípios algarvios, dos debates às exposições, passando pela música e pelos filmes

Albufeira:

O município de Albufeira volta a assinalar as comemorações do 25 de Abril com um programa que este ano tem a duração de três dias (24, 25 e 26). O programa começa na véspera, dia 24 de abril, com mais uma “Caminhada ao Luar”. O grupo, que costuma reunir-se todas as quartas-feiras, para um agradável momento de convívio e prática desportiva, tem encontro marcado às 20h00, junto aos paços do concelho.

Às 21h30, as “Moçoilas”, Inês Rosa, Margarida Guerreiro e Teresa Silva, prometem inundar o auditório municipal de Albufeira de boa disposição e da riqueza própria dos cantares do interior algarvio. São três mulheres que dão alma aos cânticos da serra e de muitos outros temas inspirados por essas paragens, nos seus tons, nos seus sons e cheiros peculiares.

À semelhança do que acontece todos os anos, na manhã do dia 25 de abril, a partir das 9h30, realiza-se o habitual hastear das bandeiras nas três freguesias do concelho. A cerimónia é acompanhada ao som do hino nacional pela Banda da Sociedade Musical e Recreio Popular de Paderne, com guarda de honra dos Bombeiros Voluntários de Albufeira. Para marcar o simbolismo da época, haverá distribuição de cravos e largada de pombos em frente ao edifício da câmara municipal.

A partir das 12h30, no Jardim de Vale Faro, vai ter lugar uma tarde musical de “Tributo a Zeca Afonso” e outros músicos da revolução, com Luís Galrito e Artur Correia. O programa inclui ainda um recital de poemas alusivos à revolução, pinturas faciais, insufláveis, trampolins, jogos tradicionais, manicure para crianças e modelação de balões.

Para terminar o dia, a partir das 17h00, há uma tarde dançante, nas instalações da ASCRATIA, em Ferreiras.

O programa fecha com chave de ouro, no dia 26 de abril, pelas 14h30, no Arquivo Histórico de Albufeira, com a tertúlia “Que Ditadura foi essa que a Revolução do 25 de Abril derrubou?” com Margarida Tengarrinha.

Este nome emblemático da Revolução de Abril, nascida em Portimão em 1928, vai estar em Albufeira para falar na primeira pessoa o que era Portugal no período da ditadura.

Margarida Tengarrinha vai estar em Albufeira para falar na primeira pessoa o que era Portugal no período da ditadura

Lagoa:

O ponto alto das comemorações do 25 de Abril em Lagoa é o concerto da banda portuguesa HMB, no dia 24, pelas 22h00, na praça do auditório Carlos do Carmo. Antes deste espetáculo, a partir das 19h30, vai ter lugar no mesmo local um mini-concerto com bandas de Lagos, Silves e Portimão.

Os HMB atuam em Lagoa, no dia 24 de abril, pelas 22h00, na praça do auditório Carlos do Carmo

Mas o programa das comemorações do 45º aniversário da Revolução dos Cravos arranca no dia anterior, 23, às 21h00, com uma conferência sobre “Cidadania… inclusão… que desafios?”, no Convento de São José. No mesmo dia e à mesma hora, realiza-se a Assembleia Municipal Jovem, no auditório municipal.

O programa do dia 25 arranca logo pela manhã com o tradicional hastear da bandeira nacional, na praça do auditório Carlos do Carmo, e o tradicional desfile de bandas.

Por outro lado, até ao próximo dia 24 de abril, a galeria municipal Manuela Vale, na Escola de Artes Mestre Fernando Rodrigues, em Lagoa, terá as portas abertas para todos quantos queiram ‘Construir Liberdade’.

“Desta forma, pretende-se convidar pintores, poetas, fotógrafos, escultores, escritores, ceramistas, oleiros e a população em geral, a construir a sua obra sob o tema ‘Liberdade’”, revela a organização.

Para o efeito, foram colocados à disposição dos interessados em participar os mais variados suportes e materiais. “As obras vão evoluindo no local e os visitantes terão oportunidade de acompanhar esses trabalhos ao vivo”, adiantam os promotores da iniciativa.

Esta mostra de trabalhos termina a 3 de maio.

Lagos:

Em Lagos, a câmara e a assembleia municipal voltaram a organizar um programa conjunto para assinalar o mais importante marco histórico da conquista da liberdade e da democracia em Portugal.

Para além das cerimónias protocolares, que acontecem no Dia da Liberdade, estão previstas várias iniciativas, a decorrer até ao dia 30 de abril, na área do desporto e da cultura, que vão desde inaugurações de exposições, visitas comentadas, música até dança.

No feriado do 25 de Abril, o dia é, maioritariamente, dedicado às cerimónias solenes e protocolares – hastear das bandeiras e sessão solene – a decorrer na praça Gil Eanes, ao que se seguirá o tradicional almoço comemorativo. Neste dia, o estacionamento é gratuito no parque da frente ribeirinha, situado na Avenida dos Descobrimentos.

As comemorações do 25 de abril em Lagos integram ainda a realização da Feira do Folar e Artesanato, em Barão de São João, e o 15º aniversário do Espaço Jovem de Lagos, que tem uma programação própria, terminando com um espetáculo musical com a banda Hybrid Theory.

O programa encerra no dia 30 de abril, com a realização de um “laço humano”, junto à Câmara Municipal de Lagos, no âmbito da campanha de sensibilização contra os maus tratos infantis.

Em termos desportivos, destaque também para a inauguração do Centro de BTT de Lagos, a acontecer no dia 21 de abril, na Mata Nacional de Barão de São João e, no dia 25, a inauguração da sede do Clube de Ténis de Lagos.

Silves:

O 45º aniversário do 25 de Abril será assinalado, no concelho de Silves, com diversas iniciativas, que vão desde exposições, a atividades desportivas, passando por espetáculos e um almoço convívio.

Do extenso programa, a Câmara de Silves destaca algumas ações, como a que vai ter lugar no dia 23 de abril. Trata-se da sessão de teatro “Memórias de Abril”, às 21h30, na biblioteca municipal de Silves, com entrada livre.

O lançamento da obra “Zeca Afonso ‒ Inéditos”, com dois CD’s inéditos e o livro comemorativo do 90º aniversário do nascimento de José Afonso, acontecerá no dia 24 de abril, também na biblioteca municipal de Silves, às 18h00. Nesse mesmo dia, no Largo Conselheiro Magalhães Barros, em Silves, pelas 21h30, terá lugar o concerto “Por Terras do Zeca”. Este espetáculo está em digressão pelo país e conta com um leque de cantautores de reconhecido talento, entre os quais se destacam João Afonso (sobrinho de José Afonso), Filipa Pais (ex-Lua Extravagante), Maria Anadon e Zeca Medeiros. Estes cantores serão acompanhados por quatro músicos, trazendo um reportório que percorre o espólio musical de intervenção de José Afonso. Do alinhamento fazem parte canções como “Venham mais Cinco”, “Índios da Meia Praia”, “Papuça”, “Verdes são os Campos”, “Os Vampiros” e a célebre canção e símbolo de Abril “Grândola Vila Morena”.

O concerto “Por Terras do Zeca” traz a Silves um reportório que percorre o espólio musical de intervenção de José Afonso

No dia 25 de abril acontecerá, como é habitual, uma sessão solene da assembleia municipal de Silves, nos paços do concelho, às 9h30. Também neste dia haverá um almoço aberto à população com animação musical, que começará pelas 13h00, na Fissul, em Silves.

No dia 27 de abril, o teatro regressa com a apresentação da peça “Vidas Clandestinas”, pelo grupo Lendas d´Encantar, seguido de uma tertúlia que contará coma presença de Margarida Tengarrinha. Esta iniciativa decorrerá no Teatro Mascarenhas Gregório em Silves, às 21h00.

O cinema também estará presente neste programa, com a realização do ciclo “Memórias da Revolução”. Este ciclo tem previstas várias sessões em todo o concelho até 30 de abril.

Vila Real de Santo António:

O município de Vila Real de Santo António celebra o 45º aniversário do Dia da Liberdade com um programa que inclui um espetáculo musical, uma sessão solene, homenagens e atividades culturais.

As celebrações iniciam-se no dia 24, com o espetáculo musical e poético “Filhos da Madrugada”, no Centro Cultural António Aleixo, às 21h30.

No dia 25, a celebrações começam com o habitual hastear da bandeira e distribuição de cravos nas três freguesias do concelho.

Às 10h30, terá lugar, na biblioteca municipal Vicente Campinas, a sessão solene da assembleia municipal de Vila Real de Santo António, comemorativa do Dia da Liberdade.

Após a sessão, será efetuada uma cerimónia de homenagem a Manuel Gomes, com a atribuição do seu nome ao auditório da biblioteca municipal. Manuel Joaquim Martins Gomes, que ao longo dos últimos anos adotou o nome literário de Manuel do Rio, nasceu a 3 de julho de 1937, em Vila Real de Santo António, onde sempre residiu. Através da sua forma peculiar de traduzir pensamentos em versos, contribuiu para a divulgação da cultura do concelho, tendo publicado várias obras e coletâneas e arrecadado vários prémios.

Também integrada nas comemorações da Revolução dos Cravos, está prevista a entrega, à biblioteca Vicente Campinas, do espólio bibliográfico colonial do arquivo-biblioteca Espinheira Lourido/Fontes Alferes. A cerimónia terá lugar no dia 26, às 17h00.

As celebrações do 45º aniversário do 25 de Abril são uma organização conjunta da Câmara Municipal de VRSA e das juntas de freguesia de VRSA, Monte Gordo e Vila Nova de Cacela. Todas as atividades têm entrada livre.

Castro Marim:

As comemorações do 25 de Abril em Castro Marim vão ter como ponto alto a apresentação da “Grande Bandeira da Liberdade”, na Praça 1º de Maio, no dia 24 de abril, pelas 10h00.

São cerca de 40 metros de bandeira, numa grande e autêntica homenagem à liberdade realizada pelas mãos dos alunos do 1º ciclo do agrupamento de escolas de Castro Marim.

Esta aventura começou com a história “À Procura da Liberdade”, da autoria de Fátima Valentim, um conto infantil que traduz a essência de um valor tão essencial a uma vida mais feliz. De turma em turma, Fátima Valentim foi narrando esta história e explicando às crianças o que era a liberdade, “que não era um carro, um avião, um fruto. Que não se compra como um bem material, não cresce nos jardins”. Transmitir os valores de Abril foi o principal objetivo desta iniciativa, que depois ganhou forma nesta bandeira comemorativa, que evoca o espírito de festa no conceito da liberdade, sobretudo agora que “a liberdade faz anos”.

Com a ajuda do ilustrador da obra, Nuno Rufino, cada aluno pintou depois a “sua” liberdade e são esses os trabalhos que deram origem a 40 metros de bandeira, numa expressão de liberdade conseguida pelo olhar e sentir de centenas de crianças.

Já no dia 25, haverá como sempre, logo pelas 8h30, a arruada da Banda Musical Castromarinense pelo concelho, seguindo-se o hastear da bandeira, uma largada de pombos do forte no São Sebastião e uma mega-aula familiar de ginástica em Altura (junto à sede do Clube Recreativo Alturense).

Para o dia 27 de abril, às 10h00, está ainda marcado um workshop de defesa pessoal, no pavilhão municipal José Guilhermino, em Castro Marim.

Quarteira/Loulé:

A exposição “Cartooning for Peace” é uma das iniciativas em destaque no concelho de Loulé para assinalar o aniversário do 25 de Abril. A mostra, que estará patente de 20 de abril a 31 de maio, na galeria de arte da Praça do Mar, em Quarteira, está integrada no programa dos 5ºs Encontros do DeVIR. Trata-se de um conjunto de 20 ilustrações sobre liberdade de imprensa, que oferece uma visão do trabalho de cartoonistas e ilustradores, defensores pacifistas das nossas sociedades, que são regularmente alvo de ataques em todo o mundo.

Através do riso, estes corajosos criadores mostram-nos o caminho: pelas armas pacíficas do lápis, do pensamento livre e do humor, ajudam a preservar a saúde das nossas democracias quando elas estão ameaçadas. Esta exposição coletiva, realizada pela associação Cartooning for Peace, resulta da edição do livro comemorativo dos 10 anos da associação e é apresentada pela primeira vez em Portugal.

A exposição inaugura no dia 20, às 18h00. Pode ser visitada de terça-feira a sábado, das 9h30 às 13h30, e das 15h00 às 18h00. A entrada é livre.

Portimão:

O programa das comemorações do 45º aniversário do 25 de Abril em Portimão, este ano sob o mote “Abrir Abril”, regista um conjunto de iniciativas nos diversos quadrantes da vida do concelho, sublinhando-se, pelo seu carácter popular, a noite de 24 de abril com um concerto com Paulo de Carvalho e um espetáculo temático de vídeo mapping na Alameda da República.

Paulo de Carvalho

O espetáculo, que tem acesso livre, tem início marcado para as 22h00, e promete ser memorável e “intemporal”, com um alinhamento musical que viaja por várias épocas e sucessos da carreira do músico e compositor português, com a interpretação de canções que foram e são verdadeiros êxitos. Na fachada da Igreja do Colégio dos Jesuítas terá ainda lugar um espetáculo de projeção de imagens estáticas e vídeo, alusivas ao 25 de Abril de 1974.

No dia 25 de abril, as celebrações oficiais têm início às 9h00 com o hastear das bandeiras e a interpretação do hino nacional pela Banda Filarmónica Portimonense, na Rotunda Salgueiro Maia, assinalando-se, desta forma, a reabilitação do fontenário e da estátua alusiva à efeméride que ornamentam esta rotunda, que há décadas se encontrava por recuperar. O momento será ainda pautado por uma arruada a cargo da Fanfarra dos Bombeiros de Portimão e uma largada de pombos.

Pelas 10h00 tem início a XV Corrida da Liberdade que tradicionalmente junta centenas de participantes, e tem partida marcada para as 10h00, na Zona Ribeirinha de Portimão, junto ao coreto. Pelas 10h30 terá lugar, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, a habitual Sessão Solene, com as intervenções dos representantes dos partidos políticos com assento na Assembleia Municipal de Portimão e do respetivo Presidente, e da Presidente da Câmara Municipal de Portimão, intercaladas por momentos musicais protagonizados pelo Grupo Juvenil do Grupo Coral Adágio e pela Academia de Música de Portimão.

Destaque ainda para a forte componente associativa, enquanto força motora no apoio a respostas de cariz cultural, desportivo, educativo, juvenil e social, e que este ano firmará com a autarquia, na tarde do dia de 25 abril, mais de 750 mil euros em contratos-programa, mais cerca de 20% de investimento que no ano transato. Este momento tem início marcado para as 16h00, no Salão Nobre dos Paços do Concelho, e contará com performances musicais a cargo de Vasco Ramalho.

Música, exposições, teatro, dança, literatura, juventude, história, jogos tradicionais, conferências e desporto são algumas das temáticas que integram o programa oficial do 45º aniversário da Revolução dos Cravos na cidade de Portimão, que decorrerá de 20 a 27 de abril.

Destaque ainda para a exposição “25 de Abril – Desenhos de João Abel Manta”, da Coleção do Museu de Lisboa e cedida pela Câmara Municipal de Lisboa/EGEAC, que será inaugurada no dia 26 de abril, pelas 16h00, no Museu de Portimão, onde estarão expostas reproduções a partir de originais da obra gráfica deste cartoonista.

Monchique:

O grupo de dinamização cultural O Monchiqueiro, no âmbito das comemorações dos 45 anos do 25 de Abril, está a promover uma exposição sobre José Afonso, entre os dias 15 de abril a 15 de maio, na Galeria de Santo António, em Monchique.

Cedida pela Associação José Afonso, a exposição – que conta com 30 painéis sobre a vida e obra do cantor e compositor de música tradicional e de intervenção – pretende dar a conhecer o nome do artista e a sua importância no contexto cultural da Revolução dos Cravos.

A exposição conta com o apoio do Município de Monchique e da Associação José Afonso e está aberta, de segunda a quinta-feira, das 11h00 às 13h00 e à sexta-feira, das 11h00 às 13h00 e das 14h30 às 16h30.

Advertisements
Tags

pub

 

Advertisements
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste