ALGARVE REPORTAGEM ÚLTIMAS

Algarve ganha 5.545 “novos cidadãos” num ano

Há cada vez mais estrangeiros a residir no Algarve. Em termos de crescimento, o destaque vai para as nacionalidades italiana (42%), sueca (30,3%), francesa (26%) e britânica (10,6%). As nacionalidades mais relevantes no Algarve são agora a britânica (12.240), a brasileira (8.087), a romena (7.655), a ucraniana (5.776) e a francesa (4.069)
Créditos foto: CMAlbufeira

O Algarve está na moda, não só pelo turismo, mas também para os estrangeiros viverem e trabalharem. Segundo os últimos dados do SEF, a população estrangeira residente no Algarve cresceu 8,7% em apenas um ano, ultrapassando agora as 69 mil pessoas. A maioria destes 5.545 “novos cidadãos” tem origem na França, Itália e Suécia, sendo que o Reino Unido continua a ser a principal comunidade estrangeira na região. Estes quatro países representam mais de 68% do bolo total de novos moradores no Algarve

 

São cada vez mais os estrangeiros que escolhem o Algarve para viver. Só nos últimos dois anos, quase onze mil pessoas de outros países vieram morar para a região. Entre 2015 e 2016, foram pouco mais de cinco mil (total de 63.481), enquanto de 2016 a 2017, o Algarve ganhou mais 5.545 novos residentes estrangeiros (totalizando 69.026), revelou o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF).

Ou seja, o número de estrangeiros a viver na região aumentou 8,7% em apenas um ano, tendo sido os cidadãos oriundos de França, Itália e Suécia os que mais cresceram no ano passado, revela o Relatório de Imigração, Fronteiras e Asilo (RIFA) de 2017, divulgado pelo SEF na passada quinta-feira.

Por outro lado, o relatório indica que os cidadãos de nacionalidade britânica continuam a ser os mais representativos entre a população estrangeira residente no Algarve. Ao todo, já são 12.240 os cidadãos da região que são oriundos do Reino Unido, sendo que, só no último ano, o Algarve ganhou mais 1.302 habitantes desta nacionalidade (mais 10,6%).

Mas, em termos de crescimento, o destaque vai para a França, que passou de 3.014 residentes para 4.069 (mais 26%), ocupando agora o quinto lugar no top das nacionalidades mais representativas de estrangeiros a residir legalmente no Algarve, mantendo assim uma tendência de subida acentuada.

Algarve atrai cada vez mais franceses e italianos

Outra das nacionalidades em destaque no relatório é a Itália, que passou de 1.347 para 2.315 residentes na região (mais 42%), ascendendo assim ao oitavo lugar da lista de nacionalidades mais representativas no Algarve…

(NOTÍCIA COMPLETA NA ÚLTIMA EDIÇÃO DO JORNAL DO ALGARVE – NAS BANCAS A PARTIR DE 5 DE JULHO)

Nuno Couto|Jornal do Algarve

Advertisements
Tamanho da Fonte
Contraste
%d bloggers like this: