Algarve perde britânicos há dois anos… mas mantém bons resultados

O destaque pela negativa em 2018 vai para a queda de 6,1% do mercado britânico, depois de em 2017 já ter registado uma quebra de 8,5%

O número de dormidas no Algarve desceu 1,1% no último ano, destacando-se a diminuição de 6,1% dos britânicos, que caem pelo segundo ano consecutivo (2017 e 2018). A quebra, no entanto, ainda não se reflete nas receitas da região, que continuam a subir, e as previsões até apontam para um novo aumento das receitas em 2019. Porém, os empresários algarvios estão de pé atrás com o Brexit e até há quem diga que o “Algarve pode sufocar económica e socialmente”

Apesar do recuo de 1,1% nas dormidas em 2018, em comparação com o ano anterior, os proveitos dos hotéis subiram 3,8% no Algarve no mesmo período. E esta evolução dos preços está em alta desde 2013.

Segundo o balanço da Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA), divulgado na semana passada, a taxa de ocupação no Algarve baixou para 63,4% (menos 1,1%), mas, ainda assim, essa situação não se refletiu no volume de negócios, que continua a subir.

A taxa de ocupação no Algarve baixou para 63,4% (menos 1,1%), mas essa situação não se refletiu nas receitas

O destaque pela negativa vai para a queda de 6,1% do principal mercado fornecedor de turistas do Algarve, o Reino Unido, assim como dos mercados irlandês (-8,5%) e holandês (-3,5%).

“O Reino Unido voltou a descer 6%, depois de em 2017 já ter registado uma quebra de 8,5%, uma consequência direta do Brexit e da desvalorização da libra esterlina face ao euro”, lamenta a AHETA.

A associação liderada por Elidérico Viegas realça que, até agora, as quebras verificadas nos mercados mais importantes – com o britânico à cabeça – foram esbatidas pelo aumento da procura dos mercados com fraca expressão individual, destacando-se o aumento da procura dos turistas nacionais, que atingiram 22,2% das dormidas registadas durante o ano.

Previsões apontam para novo aumento das receitas em 2019

Em relação…

(NOTÍCIA COMPLETA NA ÚLTIMA EDIÇÃO DO JORNAL DO ALGARVE – NAS BANCAS A PARTIR DE 14 DE FEVEREIRO)

Nuno Couto|Jornal do Algarve

Advertisements

pub

 

Advertisements
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste