Algarve recupera britânicos e supera expectativas

O pessimismo em relação ao impacto do Brexit no turismo algarvio não está a confirmar-se. Pelo contrário, o mercado britânico está mesmo a recuperar em comparação com os últimos dois anos, em que registou quebras entre os 6% e 8,5%. Feito o balanço dos ganhos e das perdas desde o início de 2019, as taxas de ocupação e as receitas também apresentam um saldo positivo à entrada de mais um verão

Depois do soar dos alarmes nos últimos dois anos – com as quebras de turistas ingleses a atingirem 6% no ano passado e 8,5% em 2017 – o turismo algarvio parece estar a recuperar o fôlego e a atrair novamente o mercado britânico.

Ou seja, apesar do cenário cada vez mais próximo de saída do Reino Unido da União Europeia – a situação continua num impasse devido à falta de um acordo, pelo que foi adiado para além da data inicialmente prevista de 29 de março, para 31 de outubro de 2019 –, os turistas ingleses estão a regressar ao Algarve. O que significa que a corrente de pessimismo que pairou sobre a região nos últimos dois anos, prevendo um forte impacto do Brexit no turismo algarvio, ainda não está a confirmar-se.

O principal mercado emissor de turistas para a região está a apresentar bons indicadores este ano, indicam os dados da Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA). Os últimos indicadores turísticos, revelados na semana passada, destacam uma subida de 6% do mercado britânico em maio…

Leia a notícia completa na edição em papel.

pub

 

 

 

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste