ALGARVE

Aljezur: ETAR de Rogil e do Carrascalinho vai ser desativada

ETAR de Rogil_fb

A Estação de Tratamento de Águas Residuais (ETAR) e os respetivos emissários do Rogil e do Carrascalinho vai ser desativada, após uma reunião da Câmara Municipal de Aljezur com as Águas do Algarve.

O concurso público para a obra já foi lançado, no final de junho, que prevê “a construção das estações elevatórias de águas residuais do Rogil e do Carrascalinho e respetivas condutas elevatórias, construção do emissário gravítico do Carrascalinho, reabilitação da estação elevatória de águas residuais do Palazim, reabilitação dos emissários gravíticos do Palazim e de Aldeia Velha e reabilitação de caixa de visita, incluindo todos os restantes trabalhos”.

O valor da obra é de 1.475.000 euros e tem um prazo de execução de 360 dias.

Através de videoconferência, a reunião contou com a participação do presidente da administração das Águas do Algarve, António Eusébio, além dos vogais, técnicos e responsáveis da empresa.

“Esta é uma obra há muito esperada e necessária para melhorar a qualidade de vida destas populações, do Rogil e do Carrascalinho, e um salto qualitativo em termos ambientais, sendo essa a direção para que tenhamos um concelho com uma qualidade e sustentabilidade ambiental cada vez mais presente nas nossas ações”, refere a autarquia em comunicado.

PUB
Tamanho da Fonte
Contraste