Almargem promove inquérito sobre a Via Algarviana

Nos próximos meses de setembro a novembro, irão decorrer várias ações inseridas na candidatura “Via Algarviana – Um Elogio à Natureza”, aprovada pelo Fundo Ambiental, abrangendo os municípios parceiros de baixa densidade: Alcoutim, Aljezur, Castro Marim, Monchique e Vila do Bispo.

Para o desenvolvimento destas iniciativas, a associação Almargem, promotora do projeto, apela à participação dos diversos públicos alvo destas ações em inquéritos de opinião.

O objetivo é “procurar aferir o grau de conhecimento que possuem sobre a Via Algarviana e as suas infraestruturas complementares e quais as áreas de maior interesse de formação”, salienta a associação em comunicado, frisando que “os resultados vão constituir a base das ações a realizar, de acordo com as expectativas e necessidades apuradas”.

Entre as iniciativas que serão desenvolvidas no âmbito deste projeto, centrado na Via Algarviana enquanto ferramenta pedagógica, incluem-se ações de educação ambiental, de capacitação e de recuperação do património, “com o objetivo de dotar diferentes públicos e agentes da região de valências sobre temáticas importantes que constituem este território, promovendo as suas diversas infraestruturas e a sua geodiversidade, biodiversidade, botânica e património cultural”.

Os questionários encontram-se disponíveis no sítio eletrónico da Via Algarviana (www.viaalgarviana.org) e podem ser preenchidos até às 12 horas do próximo dia 2 de setembro.

O que é a Via Algarviana?

A GR13 – E4 “Via Algarviana” liga Alcoutim ao Cabo de São Vicente, numa extensão de cerca de 300 quilómetros, percorrendo os territórios de baixa densidade.

A Via Algarviana, neste momento, além do seu eixo principal, apresenta uma grande rede de produtos complementares, englobando assim 13 concelhos do Algarve (Albufeira, Alcoutim, Aljezur, Castro Marim, Lagoa, Lagos, Loulé, Monchique, Portimão, São Brás de Alportel, Silves, Tavira e Vila do Bispo).

“O projeto Via Algarviana tem contribuído para o desenvolvimento de uma rede de percursos pedestres no Algarve, devidamente sinalizados e divulgados, e tem levado a cabo a missão de promover o património natural e cultural do interior algarvio, com a dinamização de serviços de alojamento e restauração, levando cada vez mais visitantes ao ‘Território Via Algarviana’, localizado no interior algarvio”, enfatiza a Almargem.

Adiconar comentário

Carregue aqui para comentar

Comentar

>
Tamanho da Fonte
Contraste