POLÍTICA

Amaral toma posse e promete “novos tempos para Castro Marim”

castro marim tomada de posse 2021 2
Créditos fotográficos: Gonçalo Dourado
Francisco Amaral (PSD) tomou posse como presidente da Câmara Municipal de Castro Marim, para o seu último mandato, na manhã de segunda-feira prometendo “novos tempos” para o concelho.

O autarca foi eleito a 26 de setembro com uma “confortável maioria em todos os órgãos”, o que traz ao executivo “responsabilidades acrescidas e deveres obrigatórios”, disse Francisco Amaral no seu discurso.

Para os próximos quatro anos, o recém-eleito promete “levar água potável a todas as pessoas deste concelho”, como a Pisa Barro e Cortelha e trabalhar na reflorestação das zonas afetadas pelo incêndio deste ano.

Outro dos objetivos deste executivo, considerado como “uma grande preocupação”, é a necessidade de construir mais habitação para as famílias, nomeadamente para os casais jovens.

“Há que criar mais loteamentos habitacionais para os casais poderem construir as suas moradias, inclusive nas duas freguesias de serra, Odeleite e Azinhal, até como forma de combater a desertificação do nordeste algarvio e fixar novas pessoas”, explicou.

castro marim tomada de posse 2021 4

Francisco Amaral anunciou ainda que durante o seu último mandato como presidente da Câmara Municipal de Castro Marim, pretende “lutar para cobrir de rede de telemóvel e internet todo o concelho”, além da “necessidade de levar o passadiço de Altura até Monte Gordo” e de “dignificar o parqueamento automóvel nas praias”.

Outra das prioridades referidas no discurso é a ligação entre localidades através de ciclovias, nomeadamente entre Castro Marim, Quinta do Sobral, São Bartolomeu e Praia Verde, “que será uma realidade dentro de poucos dias”.

Em relação a requalificações, o autarca anunciou as obras da Rua da Alagoa, a construção do pavilhão desportivo, um parque de autocaravanismo, a requalificação do centro da vila, do castelo e do forte e a renovação da rede de água.

Em curso está a obra do Centro de Atividades Náuticas de Odeleite, o arranjo paisagístico do cais da Foz de Odeleite e a requalificação das duas ruas, além do lar de Alzheimer.

Até 2025, este executivo conta com o aumento substancial das receitas municipais “dado o desbloqueio e avanço de alguns empreendimentos turísticos”, possibilitando assim “um melhor investimento municipal”.

Francisco Amaral terminou o seu discurso afirmando que o concelho de Castro Marim “convém ser melhor explorado, dinamizado, promovido, rentabilizado, de uma forma inteligente, sustentada e respeitadora dos nossos princípios e valores”.

Durante a cerimónia, João Fernandes foi eleito como presidente da mesa da Assembleia Municipal de Castro Marim, além de Luís Cruz e Diane Valentim como primeiro e segundo secretário, respetivamente.

“A figura do presidente da mesa da Assembleia Municipal vai deixar de servir de força de bloqueio e passar a ser um vigilante atento que acompanha e fiscaliza toda a atividade da Câmara e dos serviços municipalizados”, disse João Fernandes.

O novo presidente da mesa acrescentou ainda que “de agora em diante, a Assembleia Municipal vai deixar de ser hostil ao presidente da Câmara e ao seu executivo. Vai ser um parceiro pro ativo, leal e solidário com o executivo camarário”.

Após dois mandatos consecutivos, José Domingos despediu-se do seu cargo de presidente da mesa da Assembleia Municipal, exigindo “a realização do prometido” pelo novo executivo.

“Estamos aqui para representar e dar-mos voz aos que nos elegeram, pois esperamos que este órgão do município funcione como sendo parte das soluções que ambicionamos, mas não seremos submissos”, referiu.

Na cerimónia esteve presente o novo presidente da Câmara Municipal de Vila Real de Santo António, Álvaro Araújo e o presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve, José Apolinário.

castro marim tomada de posse 2021 7
PUB
Tamanho da Fonte
Contraste