Ambientalistas exigem “análise séria” dos riscos da exploração de petróleo

.
.

As recentes declarações do deputado algarvio Mendes Bota (PSD) ao JA, revelando algum desânimo na luta contra a exploração de petróleo na costa algarvia e pouca esperança no estudo de impacte ambiental que ainda está por realizar, levaram a associação Almargem a juntar-se ao grupo de organizações que reivindicam a realização desse estudo para avaliar os riscos desta atividade.

“A nova diretiva da UE, relativa à segurança das operações offshore de petróleo e gás, embora dispensando da sua aplicação todas as áreas licenciadas antes de 18 de julho de 2013, inclui instruções muito específicas acerca da participação do público no que se refere aos efeitos sobre o ambiente das operações prévias de pesquisa de hidrocarbonetos”, refere a Almargem, que se junta assim à Quercus na exigência do cumprimento destas regras no caso das concessões algarvias, “a bem dos princípios da transparência, acesso à informação, participação do público em processos de tomada de decisão e acesso à justiça em matéria de ambiente”…

(Notícia completa na próxima edição do JA – dia 21 de agosto)

NC/JA

Comentário

  • Politica….A Almargem quer mais informações ou mais dinheiro assim como a Quercus?São coisas diferentes,eles são comunistas,querem dinheiro,as informações servem para pedir mais dinheiro posteriormente.A CCDR também fez um comentário que não lhes tinham sido pedidos pareceres.Na verdade o CCDR é um organismo que podia fazer muito mais pelo Algarve neste assunto,mais uma vez trata-se ao que parece de politica.O único que sempre confiamos com sucesso na defesa do Algarve foi e continua a ser o Mendes Bota,os outros apenas se servem do assunto para fins pessoais como já é habito.Só mais um assunto de vital importância, os Algarvios teem votado no PS para a assmbleia da republica elegendo nomes como o do senhor filho do Mario Soares que nunca fizeram nada por nós Algarvios,a politica é só corrupção e os locais também não conseguem subir dentro dos partidos para serem eleitos especialmente no PS.A solução é a revolta dentro dos partidos para começarmos a elegermos Algarvios não vendidos aos partidos e a Lisboa como por exemplo o Macário,e,passarmos a eleger Algarvios que não estejam completamente manietados por os dirigentes partidários.Obrigado pela atenção.

Carregue aqui para comentar

pub

 

 

 

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste