Americanos acusados no Irão julgados em fevereiro

O julgamento de três montanhistas americanos acusados de espionagem pelo Irão, que foram detidos em 2009 na fronteira com o Iraque, foi marcado para 6 de fevereiro, informou o advogado do grupo, Masud Shafii.

O julgamento, inicialmente previsto para 6 de novembro, foi adiado pelas autoridades judiciais iranianas por um problema na convocação de Sarah Shourd, uma das três pessoas acusadas, libertada após pagamento de fiança em setembro por motivos de saúde.

Sarah Shourd (32 anos) encontra-se nos Estados Unidos, mas os seus dois companheiros de aventura, Josh Fattal (28) e Shane Bauer (28), continuam detidos no Irão.

“Recebi uma notificação oficial do tribunal para defender os meus três clientes, Sarah, Josh e Shane, numa audiência no dia 6 de fevereiro”, declarou Shafii.

Os três americanos foram detidos a 31 de julho de 2009 em território iraniano, depois de terem passado ilegalmente a fronteira, segundo o governo de Teerão, durante uma excursão pelas montanhas do Curdistão iraquiano.

Os americanos afirmaram que se perderam, mas a justiça iraniana acusou o trio de espionagem, o que foi muito criticado pelo governo dos Estados Unidos.

- Publicidade-spot_img

Deixe um comentário

- Publicidade-spot_imgspot_img

+ Populares

- Publicidade -spot_img
- Publicidade -santos-populares-portimao

Leia Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Tem uma Dica?

Contamos consigo para investigar e noticiar

Tamanho da Fonte
Contraste