POLÍTICA

Ana Paula Martins toma posse e quer Tavira como referência no sotavento

tavira tomada 4
Créditos fotográficos: Gonçalo Dourado
Ana Paula Martins, após a tomada de posse como presidente da autarquia, salientou no seu discurso que pretende, durante o próximo mandato, transformar Tavira “na cidade de referência do sotavento” algarvio.

Ana Paula Martins, após a tomada de posse como presidente da autarquia, salientou no seu discurso que pretende, durante o próximo mandato, transformar Tavira “na cidade de referência do sotavento” algarvio.

O Pavilhão Municipal de Tavira foi o local escolhido para a tomada de posse dos novos órgãos autárquicos, saídos das eleições de 26 de setembro, que deram a vitória a Ana Paula Martins, tornando-se na primeira mulher presidente da Câmara eleita na história do concelho.

Ser presidente desta autarquia onde nasci, é para mim um orgulho. Ser a primeira mulher presidente de Tavira é para mim uma honra sem comparação”, salientou Ana Paula Martins durante o seu discurso.

tavira tomada 1
Créditos fotográficos: Gonçalo Dourado

No entanto, considera que o facto de ser a primeira mulher presidente daquele concelho “significa uma grande responsabilidade” e que o género feminino “vai fazer bem a esta cidade”.

Para os próximos quatro anos, o novo executivo tem como prioridade a resolução do problema da habitação no concelho, com a concretização da Estratégia Local de Habitação, que já tem financiamento aprovado e que prevê a construção de mais de 200 fogos e a necessidade de reabilitar as habitações sociais já existentes.

A saúde é outro pilar essencial para o novo mandato, com o objetivo de ampliar o centro de saúde de Tavira para “prestar mais e melhores cuidados de saúde primários”, com mais valências.

A aposta na educação é outra das prioridades para o executivo de Ana Paula Martins, mantendo os apoios atuais aos alunos, além de várias requalificações nas escolas do concelho.

No apoio social, serão mantidos vários apoios já existentes dirigido à população e às instituições do concelho.

O património histórico de Tavira será outra das apostas, com a requalificação de vários edifícios como o Convento de São Francisco, a Igreja do Carmo, a Igreja de Santa Maria, a Igreja de São Pedro, a Igreja de Cabanas, a Igreja de Santa Margarida, o Arquivo Municipal e o Palácio da Galeria.

tavira tomada 2
Créditos fotográficos: Gonçalo Dourado

A cultura “continuará a ser o motor do desenvolvimento do concelho”, como por exemplo a conclusão da obra do Cineteatro, que terá uma programação certificada.

Durante este mandato, serão ainda requalificados vários recintos desportivos e artérias do concelho, além de se continuar a promover o turismo de Tavira nas suas diversas áreas, combatendo a sazonalidade.

Os acessos às praias do concelho serão melhorados, tal como o cais das Quatro Águas e o Parque de Campismo da Ilha de Tavira.

Em relação ao interior do concelho, Ana Paula Martins quer “criar condições para que as pessoas se fixem” nos locais mais isolados de Tavira, com a melhoria das comunicações e de caminhos municipais.

Após uma votação, José Manuel Guerreiro foi eleito o presidente da mesa da Assembleia Municipal de Tavira, em frente a uma plateia onde estavam presentes os antigos presidentes da autarquia, Fialho Anastácio e Jorge Botelho.

tavira tomada 3
José Manuel Guerreiro
PUB
Tamanho da Fonte
Contraste