antonio felix da costa portimao
DESPORTO

António Félix da Costa vence em LMP2 nas 8 Horas de Portimão

O português António Félix da Costa (Jota) venceu no domingo a categoria de LMP2 nas 8 Horas de Portimão, prova pontuável para o Campeonato do Mundo de Resistência, dominada pela Toyota.

O piloto português conseguiu ultrapassar o sueco Tom Blonqvist (Jota) a seis minutos do final da prova lusa, segunda ronda do Mundial de Resistência, batendo o sueco por 4,689 segundos.

Félix da Costa terminou a prova portuguesa na quarta posição da geral, a quatro voltas dos dois Toyota oficiais, que dominaram a jornada e a classe LMP1.

A vitória coube ao suíço Sébastien Buémi, que faz equipa com o japonês Kazui Nakajima e o neozelandês Brendon Hartley, depois de a equipa Toyota ter dado ordens para o trio ultrapassar o outro GR010 Híbrido a dez minutos do final, que na altura era conduzido pelo argentino José Maria Lopez (que faz equipa com o britânico Mike Conway e o japonês Kamui Kobayashi).

“Foi uma corrida dura. Desta vez as regras internas jogaram a nosso favor e estou contente que tenha terminado assim”, frisou Buemi, que cortou a meta com 1,8 segundos de vantagem sobre os colegas da Toyota e 1.08,597 minutos sobre o Alpine do brasileiro André Negrão (que fez equipa com os franceses Matthieu Vaxiviere e Nicolas Lapierre).

António Félix da Costa, que tem como companheiros o mexicano Roberto González e o britânico Anthony Davidson, ficou na quarta posição da geral, a quatro voltas dos vencedores, aproveitando a ausência de Filipe Albuquerque para assumir a liderança do campeonato, com 56 pontos e oito de vantagem sobre Phil Hanson. 

“Foi incrível, foi um esforço de equipa. Vencer em casa é incrível. Neste momento [de pandemia], estar aqui ou em Fuji [Japão] é igual, mas é mais um item da minha lista que já cumpri”, disse o piloto de Cascais, após uma corrida disputada sem público nas bancadas.

Entre os Hipercarros, o carro número 8 de Beumi, Nakajima e Hartley lidera o campeonato, com 63 pontos.

Entre os GTE Pro, a vitória sorriu ao britânico James Calado e ao italiano Alessandro Pier Guidi (Ferrari).

A tripla italiana constituída por Roberto Lacorte, Giorgio Sernagiotto e Antonio Fuoco (Ferrari) venceu entre os GTE Am.

A próxima ronda será a das 6 Horas de Monza, a 18 de julho, em Itália.

PUB
Tamanho da Fonte
Contraste