Apreendido armamento em processo de violência doméstica

Os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial de Lagos

O Comando Territorial de Faro, através do Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas de Portimão, apreendeu diverso armamento a um arguido por violência doméstica, em Lagos, a 10 de maio, anunciou a GNR.

Os militares da GNR apuraram que o suspeito “ameaçava, injuriava e exercia violência física e psicológica contra a vítima, sua namorada de 20 anos, com quem mantinha um relacionamento amoroso há cerca de três meses”, segundo o comunicado.

“O agressor, que também ameaçava e injuriava familiares da vítima, controlava todos os movimentos da mesma, tendo-se verificado um escalar de violência nos últimos tempos”, acrescenta.

No cumprimento a um mandado de busca domiciliária e a quatro veículos foram aprendidas cinco armas de airsoft, uma pistola de alarme, uma espingarda, uma granada de mão detonada, uma faca ponta-e-mola, um sabre, uma moca, cinco cartuchos, dois invólucros, um cartucho de projétil único, cinco reais, 10 libras inglesas, 630 rupias e 9650 euros.

Os factos foram comunicados ao Tribunal Judicial de Lagos.

Deixe um comentário

- Publicidade-spot_img

+ Populares

- Publicidade -festa-da-espiga

Leia Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Tem uma Dica?

Contamos consigo para investigar e noticiar

Tamanho da Fonte
Contraste