ALGARVE ATUALIDADE ÚLTIMAS

Arraiais populares levam festa para as ruas

Um pouco por toda a região, há bailes, espetáculos e arraiais de rua que vão animar o público nacional e os estrangeiros durante as festas dos santos populares. A tradição perdura durante todo o mês de junho, com sardinha assada, balões, manjericos, música e muita animação.

O cheiro da sardinha assada já começa a perfumar o ar. Mas junho ganha também um encanto especial com os santos populares, que levam para as ruas de aldeias, vilas e cidades as roupas coloridas, as cantigas e muita animação.

Um pouco por toda a região o tempo é de convívio, temperado com sardinhas assadas, dança e o aroma dos manjericos.

Um dos municípios que cumpre a tradição dos santos populares há mais tempo é Portimão, onde as marchas populares deste ano vão percorrer diferentes locais do concelho, nas noites de 9, 10, 18, 23 e 25 de junho, a partir das 21h30.

O primeiro desfile terá lugar na zona ribeirinha de Portimão esta quinta-feira, 9 de junho, seguindo-se no dia 10 a zona comercial da cidade, no dia 18 a zona ribeirinha de Alvor e, no dia 23, o polidesportivo da Figueira, enquanto a marcha final terá lugar, a 25 de junho, na Praça 1º de Maio, em frente aos paços do concelho de Portimão.

No que toca aos temas que inspiraram as sete coletividades participantes, a marcha do Boa Esperança Atlético Clube Portimonense tem como tema “Portimonense, o Cube da nossa Terra”, e o Clube Desportivo e Recreativo da Pedra Mourinha evocará “Os Maios e as Maias”, enquanto “António Aleixo” inspira o Gejupce – Gil Eanes Juventude Portimonense Clube e a Sociedade Recreativa Figueirense tem como mote “As Regiões de Portugal”.

Por sua vez, o Sporting Glória ou Morte Portimonense vai destacar “As Floristas”, ao passo que “Os Mariscadores” servirão de fonte de inspiração para a Associação Cultural e Recreativa Alvorense 1º de Dezembro, e o Clube de Instrução e Recreio Mexilhoeirense escolhe “A Monda do Arroz” para a sua marcha.

Mar de gente para apreciar trajes e músicas

No concelho de Loulé, o desfile das marchas populares de Quarteira é outro dos eventos emblemáticos e míticos da região.

A festa realiza-se nos dias 12, 23 e 28 de junho, no Calçadão de Quarteira, às 21h00, sendo esperado um mar de gente na marginal daquela localidade para apreciarem os trajes, as músicas e as coreografias dos grupos participantes nestes festejos.

Os responsáveis pelo cortejo prometem uma Quarteira inundada de alegria e animada pela entrega e paixão dos entusiastas deste evento.

Por seu lado, em Lagos, os festejos dos santos populares decorrem um pouco por todo o concelho, com o apoio de algumas coletividades e entidades já com tradição na organização destas festividades. Santo António, S. João e S. Pedro convidam lacobrigenses e visitantes para os famosos arraiais onde não faltam as marchas populares, os caracóis, a sardinha assada e boa música.

Os festejos em Lagos têm lugar às 20h00 no Centro do Grupo Popular das Portelas (dia 11), Sociedade Filarmónica Lacobrigense 1.º Maio (dia 12) e Amigos do Chinicato (dias 19 e 26).

Em São Brás de Alportel, a iniciativa dos santos populares leva a animação até aquele concelho com “A Festa Sai à Rua”, um programa que leva a tradição aos vários locais do município. O primeiro desfile está marcado para sábado, 11, e será pelo sítio da Mesquita, no adro da Capela, com a animação musical de Hélder Alves e do Rancho Típico Sambrasense.

Segue-se, dia 17, a ação no Parque do Alportel, com a presença de Luís Filipe e da Marcha de São Brás de Alportel Arco-Íris.

No dia 18, a festa prossegue em São Romão, com o músico Luís José e a Marcha de São Brás de Alportel Arco-Íris.

O Bairro Social João Rosa Beatriz, em São Brás de Alportel, recebe o último desfile, dia 24, com Luís Filipe e a Marcha Popular da Bordeira da Sociedade Recreativa Bordeirense.

Marchas tradicionais percorrem vilas e cidades

No município de Albufeira, as marchas populares de Olhos de Água têm lugar entre os dias 12 e 28, a partir das 20h00, no Largo dos Pescadores daquela freguesia.

Organizado pela Associação Cultural e Recreativa dos Olhos de Água, com o apoio da câmara de Albufeira e da junta de freguesia local, os santos populares de Olhos de Água são celebrados com as tradicionais marchas, mostrando que os costumes de outrora não se perderam ao longo do tempo. O tema deste ano é “A Nossa Freguesia”.

Já em Tavira, as marchas populares realizam-se no dia 23 de junho, às 21h30, na Praça da República, e no dia 25, à mesma hora, no Pavilhão Municipal Dr. Eduardo Mansinho.

O evento conta com a participação da Fundação Irene Rolo, Sociedade da Banda de Tavira, Sociedade Recreativa e Musical Luzense e Freguesia de Santa Catarina da Fonte do Bispo.

Vila Real de Santo António é outro dos municípios algarvios que festeja em força da tradição dos santos populares, em todo o concelho, com a instalação de um total de dez mastros, repartidos pelas três freguesias, sendo quatro em cada uma das localidades de Vila Real de Santo António e Monte Gordo e dois em Vila Nova de Cacela.

Nas noites de 12 (Santo António), 23 (São Pedro) e 28 de junho (São João) os tradicionais bailes nos mastros voltam a dar cor e alegria ao concelho, não faltando as tradicionais sardinhas assadas, numa oferta da autarquia.

Tradição continua bem viva na alma e coração dos algarvios

No concelho de Vila do Bispo, é a Festa do Mastro, dia 11 de junho, a partir das 15h00, que vai animar os foliões. Este evento realiza-se na pequena aldeia da Pedralva, associado a uma feira de artesãos. A organização promete baile, canções, acordeão, petiscos, caracóis e frango grelhado.

Já em Olhão, as marchas populares decorrem entre os dias 22 e 29, nos polidesportivos das freguesias e no Jardim Pescador Olhanense.

O município de Olhão organiza, em conjunto com as juntas de freguesia do concelho, desfiles de marchas populares. Este ano, oito marchas, de associações e coletividades locais, vão desfilar nas cinco freguesias, demonstrado que a tradição continua bem viva na alma e no coração dos olhanenses.

Os espetáculos cheios de alegria e cor realizam-se em Olhão – Jardim Pescador Olhanense (dia 22), no polidesportivo de Quelfes (23), no polidesportivo da Fuseta (25), no polidesportivo do Pechão (26) e no polidesportivo de Moncarapacho (29).

JA
Tamanho da Fonte
Contraste
Bloggers %d como este: