As “viagens épicas” das aves são atração em Sagres

Localizado no extremo mais a sudoeste da Europa, Sagres é considerado há muitos séculos um lugar mágico por muitas razões. Uma delas é que, aqui, há a garantia de que se pode ver muitas espécies de aves diferentes, muitas delas em risco, especialmente durante o final do verão e o outono. Algumas delas fazem mesmo “viagens épicas que chegam a ir de polo a polo”, um “espetáculo incrível” que pode ser acompanhado mais de perto no próximo Festival de Observação de Aves e Atividades de Natureza

A pacata vila de Sagres, no concelho de Vila do Bispo, vai ser palco, de 10 a 13 de outubro, da décima edição do Festival de Observação de Aves e Atividades de Natureza, um evento que promete voltar a atrair milhares de visitantes à região. A organização, que está a cargo da Câmara Municipal de Vila do Bispo, em parceria com a Associação Almargem e a Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves (SPEA), espera assim, mais uma vez, uma “migração de observadores de aves ao Algarve”.

“Em outubro, milhares de aves sobrevoam o Algarve, a caminho dos seus territórios de invernada em África. Para celebrar estes visitantes alados e desfrutar ao máximo deste espetáculo incrível, o festival propõe quatro dias recheados de atividades para todos os gostos”, salientam os promotores do festival.

“Desde águias-perdigueiras e águias-cobreiras a britangos, grifos e cegonhas, são muitas as aves que pairam em busca de passagem para África. Outras tantas aves marinhas passam ao largo, em viagens épicas que chegam a ir de polo a polo. Árvores, arbustos e ervas são povoados por pequenos pássaros que passam também pela península na sua viagem para sul”, realça a organização…

Leia a notícia completa na edição em papel.

Adiconar comentário

Carregue aqui para comentar

Comentar

pub

 

 

 

Tamanho da Fonte
Contraste