ALGARVE ÚLTIMAS

Barcos afundados retirados do fundo da ria de Alvor

A Docapesca terminou a remoção de duas embarcações afundadas na ria de Alvor, na semana passada, na zona da dragagem em curso, uma empreitada da responsabilidade da Agência Portuguesa do Ambiente (APA).

A existência de duas embarcações afundadas no leito da ria, em área de jurisdição da Docapesca, foi comunicada pelo empreiteiro no decurso dos trabalhos de dragagem dos sedimentos na ria de Alvor. As operações decorreram na barra, canal de acesso e bacia portuária do porto de Alvor.

“De modo a que os trabalhos de dragagem pudessem ser devidamente executados naquela zona, a Docapesca procedeu à remoção das embarcações, envolvendo mergulhadores e outros meios para a reflutuação e desmantelamento das embarcações, operação que representou um custo de 22 mil euros”, informa a empresa.

Os destroços das duas embarcações foram encaminhados para zona de deposição temporária e seguiram posteriormente para aterro.

Tamanho da Fonte
Contraste
%d bloggers like this: