ALGARVE ÚLTIMAS

Bebé prematuro morre após transferência de Faro para Lisboa

Uma grávida de 32 semanas foi transferida do Hospital de Faro para o Hospital Amadora-Sintra, Lisboa, a cerca de 300 quilómetros, por falta de incubadoras. As 10 incubadoras do Hospital de Faro estavam ocupadas.

Segundo noticia a TVI, a grávida foi transferida na sexta-feira ao final do dia, tendo sido submetida a uma cesariana na manhã de sábado. O recém-nascido acabou por morrer.

O Ministério da Saúde, em resposta enviada a vários órgãos de informação, diz que “tem estado a acompanhar a situação e teve conhecimento, juntos dos hospitais, de que foram seguidos todos os procedimentos de cuidados de saúde adequados“. A tutela acrescenta ainda que “lamenta profundamente o falecimento do bebé”.

Não existe, para já, qualquer informação pública sobre se a viagem diminuiu as hipóteses de sobrevivência do bebé, na mesma medida que são desconhecidas as razões da indisponibilidade de incubadoras no Hospital de Faro. O conselho de administração do Centro Hospitalar Universitário do Algarve explica que neste caso “após avaliação clínica e cumprindo o protocolo definido para situações semelhantes, procedeu ao envio da utente para o Hospital Amadora-Sintra, tal como definido nas redes de referenciação hospitalar”.

Tamanho da Fonte
Contraste
%d bloggers like this: