Berbigão em grande destaque numa pequena aldeia de Portimão

.
.

Massa de berbigão, arroz de berbigão, papas de berbigão, rissóis de berbigão e, claro, berbigão ao natural. Estas são algumas das propostas do festival que se realiza há 15 anos na Figueira, no concelho de Portimão. A edição de 2017 está marcada para o próximo fim de semana

O Festival do Berbigão, que irá decorrer no polidesportivo da Figueira, nos próximos dias 9 e 10 de setembro, celebra este ano 15 anos com mil e uma iguarias. A edição deste ano tem horário marcado para as 19h00 e volta a fazer as delícias de residentes e turistas com um evento gastronómico, por excelência, onde o berbigão é confecionado das mais diversas formas: massa de berbigão, arroz de berbigão, papas de berbigão, rissóis de berbigão e, claro, berbigão ao natural, são algumas das propostas.

O recinto do festival tem capacidade para cerca de 400 lugares sentados e irão ser preparadas “cerca uma tonelada e meia de berbigão”, para servir às mais de quatro mil pessoas esperadas neste evento, que procuram um dos pratos mais genuínos e saborosos da gastronomia regional.

“Este bivalve tradicionalmente confecionado de uma forma simples surge neste certame sob as mais diversas formas, sempre tendo como base um pouco de azeite, um ramo de salsa ou coentros e um dente de alho”, frisa a organização.

Refira-se que a Figueira organiza há 15 anos consecutivos este festival, “em honra ao lugar especial que este molusco tem no seu coração, pois a apanha do berbigão na Ria de Alvor data bem para lá da antiguidade, tendo este negócio sustentado muitas famílias locais em tempos idos”.

Animação para dançar

A música também está garantida neste festival, para que todos possam dançar. O primeiro dia inclui as atuações do duo musical Nelson e João, assim como os espetáculos com Generation XXI e Amigos da Figueira, enquanto no dia seguinte, após a atuação da acordeonista Vera Lúcia, a música tradicional ficará a cargo da artista Mónica Sinta que promete encantar o público com os seus êxitos.

“Este festival de dois dias oferece a oportunidade para experienciar uma verdadeira festa típica, enriquecida pela comunidade e visitantes e pela gastronomia tradicional algarvia”, acentua a organização deste festival, que tem uma forte componente voluntária, já que cerca de 100 pessoas apoiam e colaboram no evento.

A cada ano que passa, este festival também bate o recorde de entradas: “o número de visitantes no ano passado foi 5.000, no ano de 2015 foi 4.000 e no ano de 2014 foi 3.000”.

O certame vai decorrer entre as 19h00 e a 1h00, e a entrada tem o valor de três euros, numa organização da Sociedade Recreativa Figueirense, com os apoios da Câmara de Portimão e da junta de freguesia da Mexilhoeira Grande.

JA

pub

 

 

 

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste