Biblioteca de S. Brás relembrou Roberto Nobre

A Biblioteca Municipal de São Brás de Alportel assinalou os 50 anos do desaparecimento do ilustre são-brasense Roberto Nobre, recordando este génio artístico com dois momentos especiais no passado dia 27 de setembro, uma exposição e uma conferência.

O primeiro evento foi uma exposição que teve lugar no átrio da Biblioteca, subordinada ao tema “José Roberto Dias Nobre (1903-1969): Um Polímato de Curiosidade Infinita!”; o segundo evento foi uma conferência, designada “Roberto Nobre: As várias faces de um artista”, dando a conhecer as diferentes facetas do artista são-brasense, pela visão da Prof. Dra. Mirian Tavares da Universidade do Algarve.

José Roberto Dias Nobre, nasceu em São Brás de Alportel a 27 de março de 1903. Filho de Adelina Dias Sancho Nobre e do médico João da Silva Nobre, conhecido como “médico dos pobres”, ficou conhecido como grande lutador dos ideais republicanos. A sua paixão pela sétima arte impulsionou-o ainda a realizar uma curta-metragem, rodada inteiramente no Algarve, intitulada “Charlotim & Clarinha” que foi exibida, a 23 de fevereiro deste ano, no Cineteatro São Brás que nesse dia reabriu as suas portas após um período de obras de requalificação e modernização. Nobre foi crítico de cinema, pintor, caricaturista, publicista, decorador, escritor, jornalista, crítico de literatura e ensaísta.

Adiconar comentário

Carregue aqui para comentar

Comentar

>
Tamanho da Fonte
Contraste