Bloco contra eventual mudança de local da RTP Algarve

O Bloco de Esquerda/Algarve denuncia, em nota de imprensa, a pretensa intenção do Conselho de Administração da RTP de relocalizar a delegação da RTP do Algarve  para as instalações do Campus da Penha, um local de que não é proprietária.

O Bloco de Esquerda diz que, segundo as conclusões de uma reunião que teve com os trabalhadores, essa possível relocalização “vai diminuir as capacidades técnicas e de condições de trabalho para os colaboradores da RTP-Algarve, em virtude da alternativa pretendida não possuir estruturas adequadas para o exercício deste tipo de comunicação, mesmo com um possível  investimento no referido espaço, que nunca será inferior a meio milhão de euros”.
Caso se verifique esta alteração – sublinha o Bloco – o futuro da delegação da RTP-Algarve estará comprometido devido à degradação das condições 
laborais e do serviço público da RTP na região, com a consequente e progressiva extinção da delegação, o que  rejeita liminarmente, questionando, ao mesmo tempo, “qual a motivação para a relocalização da 
delegação da RTP-Algarve, quando há poucos anos atrás deu-se a fusão 
no mesmo edifício, da Rádio e da Televisão, obtendo-se desta forma um 
ganho de sinergias”.
O Bloco Esquerda/Algarve pergunta ainda, “se sendo a RTP detentora do terreno onde está instalada a RTP-Algarve e de toda a área adjacente, qual o destino que terá este imenso espaço? Serão motivações imobiliárias com 
um encaixe financeiro enorme, em detrimento de uma televisão de 
proximidade e mais uma vez, com a consequente perda de importância do 
Algarve?”
No próximo dia 20 de maio, o deputado do Bloco eleito pelo Algarve, 
juntamente com outros dirigentes bloquistas regionais, irão visitar as 
instalações da Delegação da RTP em Faro, havendo reuniões com os seus 
trabalhadores e com o Presidente do Conselho de Administração da RTP.

pub

 

 

pub

WP2FB Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste