Bombeiros alertam para peditórios “mercenários”

Os bombeiros estão indignados com alguns peditórios feitos nas ruas, onde são usados fardamentos que se confundem com a corporação e até chegam a enganar as pessoas

Os bombeiros de Albufeira estão indignados com a onda de peditórios “suspeitos” e “mercenários” que invadiu as ruas, muitas vezes “usando fardas e até o nome da instituição”. O comandante António Coelho denuncia grupos organizados que “usurpam a imagem” dos bombeiros, numa “clara estratégia maliciosa”, e pede a intervenção das autoridades para acabar com esta “imoralidade”

O comandante dos Bombeiros Voluntários de Albufeira, António Coelho, alertou para o facto de existirem grupos organizados a fazer peditórios “suspeitos”, tanto nas ruas de Albufeira como noutras vias públicas da região.

Segundo o comandante, as pessoas que fazem estes peditórios vestem roupas que se confundem com o fardamento dos bombeiros e, em alguns casos, até chegam a utilizar o nome da instituição.

“Há muito tempo que os bombeiros se vêm sentindo prejudicados por grupos organizados que realizam peditórios, através de vendas agressivas e pouco transparentes de rifas, na via pública, em locais estratégicos, assediando populares e transeuntes”, denuncia António Coelho, referindo que estas abordagens são feitas “perto de quartéis de bombeiros, vias de circulação em áreas urbanas e artérias com grande tráfego automóvel e pedonal”.

O comandante da corporação de Albufeira acrescenta que estes grupos organizados vestem-se de várias formas, levantando suspeitas sobre a veracidade dos peditórios. “Podemos referir, por exemplo, um grupo organizado, inicialmente denominado por Associação Portuguesa de Veteranos de Guerra (APVG), e que, agora, as mesmas pessoas já representam, mercenariamente, outra associação, utilizando o mesmo modo de operação”, denuncia António Coelho, sublinhando que os bombeiros têm recebido “muitas queixas de cidadãos que referem que estes elementos os abordam utilizando de forma dissimulada a palavra bombeiros ou ambulância” para pedir dinheiro nos peditórios…

(NOTÍCIA COMPLETA NA ÚLTIMA EDIÇÃO DO JORNAL DO ALGARVE – NAS BANCAS A PARTIR DE 7 DE MARÇO)

Nuno Couto|Jornal do Algarve

Advertisements
Advertisements
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste