Bombeiros de Tavira fazem presépio com 2000 figuras

.

Até 6 de janeiro, quem se deslocar ao quartel dos bombeiros municipais de Tavira, entre as 9h00 e as 23h00, pode ver um presépio com duas mil figuras, em mais de 100 metros quadrados, entre musgo, areia, pedras e cursos de água.

Segundo conta a história, os primeiros presépios surgiram no século XVI, em Itália. Data de 1567 o primeiro presépio feito numa casa particular, a da duquesa de Amalfi, que tinha 116 figuras para representar o nascimento de Jesus, a adoração dos reis magos e muitas outras cenas. Até ao século XVIII eram, sobretudo, as cortes que tinham presépios, feitos por artistas famosos.

Todavia, a celebração do nascimento de Cristo remonta ao século III, quando os peregrinos visitaram a gruta em que nasceu (Belém). Pinturas, relevos e frescos ilustram, desde o século XIV, o nascimento de Jesus.

Em 1223, São Francisco de Assis em vez de festejar a véspera de Natal na igreja, como era hábito, fê-lo na floresta de Greccio. Assim, mandou transportar para o local uma manjedoura, um boi e um burro para melhor explicar a cerimónia às pessoas. É por esse motivo, muitas vezes, apelidado o autor do presépio.

JA

- Publicidade-spot_img

Deixe um comentário

- Publicidade-spot_imgspot_img

+ Populares

- Publicidade -spot_img
- Publicidade -santos-populares-portimao

Leia Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Tem uma Dica?

Contamos consigo para investigar e noticiar

Tamanho da Fonte
Contraste