Brangança-Portimão: Sevenair desmente Governo e diz que está dentro do prazo para entrega de relatórios

O grupo Sevenair, que tem a concessão da ligação aérea Bragança-Portimão, desmentiu o Governo, garantindo que os relatórios de execução financeira estão em ordem e só podem ser enviados à tutela depois do fecho de contas e após vistoria por entidade independente, encontrando-se dentro do prazo legal para o efeito.

Esta declaração da Sevenair teve como base a afirmação do Ministério das Infraestruturas e da Habitação, segundo a qual o contrato de serviço público assinado para a ligação aérea regional entre Bragança e Portimão estaria condicionado porque a empresa não enviou os seus relatórios de execução financeira de cada prorrogação efetuada, apesar da insistência do Governo.

“A Sevenair quer deixar bem claro que essa informação é completamente errónea e só pode ter sido divulgada por falta de conhecimento dos trâmites do contrato de concessão. Os relatórios de execução da linha, nomeadamente para os aditamentos da concessão que terminou em dezembro de 2018, só podem ser apresentados juntamente com a certificação legal de contas da empresa o que, obviamente, só pode ser feito findo o ano de 2019”, afirmou o grupo, citado pela agência Lusa.

O grupo indicou ainda que “nunca recebeu qualquer quantia desde março de 2019, mantendo sempre o serviço da linha, sem qualquer interrupção”.

O diretor comercial da Sevenair, Alexandre Alves, acrescentou ainda que “as contas da empresa terão de ser certificadas por uma auditoria independente, uma situação que ainda se encontra dentro do prazo legal”.

Alexandre Alves referiu também que, “até 2019, a grupo recebia adiantamento das indemnizações compensatórias a cada trimestre, ficando apenas o último trimestre de cada ano por pagar, que era apurado no final da concessão, em vigor, com uma duração de três anos”.

O grupo Sevenair anunciou na quarta-feira (12 de fevereiro) que decidiu encerrar “temporariamente” a linha aérea regional que liga Bragança a Portimão a partir do dia 22 de fevereiro.

João Prudêncio

João Prudêncio

Adiconar comentário

Carregue aqui para comentar

Comentar

Tamanho da Fonte
Contraste