Câmaras de vídeo começam a “patrulhar” ruas algarvias em 2019

Os autarcas de Albufeira e Portimão salientam que o sistema vai possibilitar a vigilância das zonas onde se concentram milhares de pessoas

Os autarcas de Albufeira e Portimão salientam que o sistema vai possibilitar a vigilância das zonas onde se concentram milhares de pessoas

Após vários anos de impasse, a polícia está a preparar-se para utilizar um sistema de vigilância com câmaras de vídeo para vigiar as zonas de turismo sensível e onde os munícipes reclamam por mais segurança. Em declarações ao JORNAL DO ALGARVE, os autarcas de Albufeira e Portimão explicam que o processo está avançado e que será “uma mais valia na dissuasão de distúrbios e prevenção de crimes”. Acima de tudo, José Carlos Rolo (PSD) e Isilda Gomes (PS) acreditam que este sistema – um autêntico “Big Brother” espalhado pelas ruas – vai permitir transmitir um maior sentimento de segurança à população e turistas

A ambição é antiga, mas tem vindo sempre a ser adiada, até agora. Os municípios de Albufeira e Portimão pretendem instalar este ano um sistema de videovigilância, com o objetivo de garantir maior segurança aos residentes e turistas. Tal como já acontece em cidades como Lisboa, Porto, Coimbra e Amadora, as câmaras de vigilância serão instaladas em zonas consideradas “sensíveis” dos dois municípios algarvios, onde existe uma maior concentração de pessoas.

.

O presidente da Câmara de Albufeira, José Carlos Rolo (PSD), revelou ao JORNAL DO ALGARVE que “até ao final deste mês serão definidos os locais exatos onde serão instaladas as câmaras”…

(NOTÍCIA COMPLETA NA ÚLTIMA EDIÇÃO DO JORNAL DO ALGARVE – NAS BANCAS A PARTIR DE 10 DE JANEIRO)

Nuno Couto|Jornal do Algarve

pub

 

 

pub

WP2FB Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste