CULTURA

Canhões do rio Arade em exposição no Museu de Portimão

[mobileonly] [/mobileonly]

Os três canhões bocas-de-fogo do século XVII, classificados como “Tesouro Nacional” pela Direção-Geral do Património Cultural (DGPC), encontram-se neste momento em exposição no Museu de Portimão, anunciou a autarquia. 

As peças históricas são provenientes de uma recolha arqueológica subaquática feira entre 1993 e 2006 na foz do rio Arade, junto à Ponta do Altar, e podem agora ser vistas no museu da cidade, integradas na exposição “Portimão – Território e Identidade”. 

Outros sete exemplares estão em tratamento e depósito no Centro Nacional de Arqueologia Subaquática da DGPC, em Lisboa, que estão associados a um naufrágio de um navio, eventualmente ao serviço de Espanha, que deverá ter acontecido entre 1580 e 1640. 

Com esta atribuição de Tesouro Nacional, o Algarve passa agora a ter três distinções: os canhões do rio Arade, o mosaico romano do Deus Oceano, no Museu de Faro e as atas dos séculos XIV e XVI do Arquivo de Loulé. 

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste