ALGARVE ÚLTIMAS

Cantina social assegura apoio alimentar a mais munícipes

O município, a junta de freguesia de Albufeira, a Cooperativa dos Trabalhadores da autarquia e o Centro de Apoio ao Sem Abrigo (CASA) firmaram um protocolo de colaboração para, em conjunto, garantirem o bom funcionamento da Cantina Social de Albufeira. Trata-se de uma junção de esforços para dar resposta ao atual aumento de situações agudas de carência e exclusão social.

Desde o dia 1 de junho, que o projeto da Cantina Social de Albufeira passou a ser coordenado pelo CASA. Esta associação sem fins lucrativos com sede em Faro, é agora responsável por efetuar a recolha de alimentos junto das entidades colaboradoras e superfícies comerciais, coordenar a equipa de voluntários, confecionar os bens alimentares e fornecer os cabazes aos utentes.

A parceria surge no âmbito do protocolo de cooperação estabelecido entre o CASA, a Câmara Municipal, a Junta de Freguesia de Albufeira, e a Cooperativa de Consumo e Associação de Trabalhadores da autarquia. “O número de famílias carenciadas do concelho tem vindo a aumentar numa proporção superior à capacidade de resposta das IPSS’s, nomeadamente no que respeita ao fornecimento de alimentos. Torna-se, por isso, fundamental desenvolver parcerias e criar mecanismos que permitam proporcionar a estas famílias o acesso à alimentação”, justifica Desidério Silva, presidente do Município de Albufeira.

A autarquia fica assim responsável pelos processos sociais dos utentes, pela disponibilização de instalações para armazém e sede do Núcleo da CASA em Albufeira, e pelo transporte para angariação e recolha dos géneros alimentares.

Já a Junta de Freguesia de Albufeira está encarregue de disponibilizar ao CASA o equipamento necessário ao funcionamento do armazém, bem como um cozinheiro no âmbito do programa de emprego e inserção do IEFP – Instituto de Emprego e Formação Profissional. À Cooperativa dos Trabalhadores da Câmara cabe ceder as instalações e o equipamento da Cantina Municipal, durante o horário de funcionamento da Cantina Social.

Marlene Silva, vereadora do pelouro de Ação Social do Município, mostrou-se bastante agradada com esta cooperação, por considerá-la uma forma de aumentar a capacidade de resposta aos cidadãos mais carenciados do concelho: “a partir de agora vamos conseguir chegar a mais pessoas e distribuir uma maior quantidade de alimentos, não só através de refeições confecionadas, mas também de cabazes”, destacou.

De salientar que parte do peixe capturado no Campeonato Nacional de Duplas de Pesca Submarina, realizado em Albufeira pelo Marina Yacht Clube, nos dias 28 e 29 de maio, foi doado à Cantina Social. Foram cerca de 30 quilogramas de pescado que serviram para alimentar perto de cem pessoas.

Recorde-se que o equipamento funciona diariamente nas instalações da Cantina  Municipal, das 18h30 às 20h00.

Para fazer parte deste projeto e ajudar quem mais precisa, basta contribuir com o donativo de géneros alimentícios, como arroz, massas, azeite, óleo, atum, tomate enlatado, margarina, grão e feijão seco ou enlatado, banha, salsichas ou puré de batata.

JA
PUB
Tamanho da Fonte
Contraste