Casos de infeção humana por Monkeypox aumentam em Portugal

Os casos identificados mantêm-se em acompanhamento clínico

A Direção-Geral da Saúde (DGS) informa que foram confirmados mais nove casos de infeção humana por vírus Monkeypox em Portugal, havendo, até ao momento, 23 casos confirmados. Aguardam-se resultados relativamente a outras amostras. 

Os novos casos foram confirmados pelo Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA), esta quinta-feira, dia 19, ao final do dia. Entre as amostras disponíveis, foi identificada esta semana, através de sequenciação, a clade (subgrupo do vírus) da África Ocidental, que é a menos agressiva. 

Os casos identificados mantêm-se em acompanhamento clínico, encontrando-se estáveis e em ambulatório. Estão em curso os inquéritos epidemiológicos dos casos suspeitos que vão sendo detetados, com o objetivo de identificar cadeias de transmissão e potenciais novos casos e respetivos contactos. 

Os indivíduos que apresentem lesões ulcerativas, erupção cutânea, gânglios palpáveis, eventualmente acompanhados de febre, arrepios, dores de cabeça, dores musculares e cansaço, devem procurar aconselhamento clínico. 

Reforçam-se as medidas a implementar perante sintomas suspeitos, devendo os indivíduos abster-se de contacto físico direto com outras pessoas e de partilhar vestuário, toalhas, lençóis e objetos pessoais enquanto estiverem presentes as lesões cutâneas, em qualquer estadio ou outros sintomas. 

As pessoas infetadas com o vírus recebem, normalmente, uma das várias vacinas contra a varíola, que demonstraram ser eficazes contra a varíola dos macacos. Também estão a ser desenvolvidos medicamentos antivirais.

- Publicidade -

Christian De Keersmaecker, porta-voz da Comissão Europeia, adianta que o vírus da varíola dos macacos é considerado como tendo uma transmissibilidade moderada entre os humanos e acrescentando que a probabilidade de propagação do vírus é mais elevada através do contacto próximo como, por exemplo, através de relações sexuais.

A DGS continua a acompanhar a situação a nível nacional em articulação com as instituições europeias. 

- Publicidade-spot_img

Deixe um comentário

- Publicidade-spot_imgspot_img

+ Populares

- Publicidade -spot_img
- Publicidade -santos-populares-portimao

Leia Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Tem uma Dica?

Contamos consigo para investigar e noticiar

Tamanho da Fonte
Contraste