Castro Marim: Refeições gratuitas para alunos com necessidades especiais

Escola Básica 2,3 de Castro Marim, sede do agrupamento de escolas do concelho
Escola Básica 2,3 de Castro Marim, sede do agrupamento de escolas do concelho

.

A Câmara Municipal de Castro Marim aprovou, em reunião de câmara, o suporte das despesas com as refeições escolares dos alunos do ensino pré-escolar e do 1º ciclo, do Agrupamento de Escolas do concelho, que tenham necessidades educativas especiais.

A medida surgiu após a extinção do artigo 13.º, despacho n.º 8452-A/2015, que permitia a integração de todas as crianças com necessidades educativas especiais no escalão mais favorável da segurança social, ou seja, o escalão A.

“Em contacto com os agregados familiares que foram afetados por esta deliberação, o serviço de Educação e Ação Social do Município de Castro Marim propôs ao executivo que se continuassem a financiar as refeições escolares destes alunos, considerando o contexto sociofamiliar dos agregados e as dificuldades que já enfrentam nos seus quotidianos”, explica o executivo liderado pelo social democrata Francisco Amaral.

O executivo refere que esta medida foi implementada no âmbito da política educativa do município, onde “cabem outras medidas, tais como a atribuição de bolsas de estudo aos alunos de agregados familiares mais desfavorecidos residentes no concelho de Castro Marim matriculados e inscritos em estabelecimentos do ensino Secundário e Superior, o financiamento de refeições a todos os alunos dos escalões A e B do 1º Ciclo, a oferta dos livros de fichas (Português, Matemática, Estudo do Meio e Inglês) e o apoio económico para compra de material escolar a todos os alunos do 1º ciclo”, recorda.

pub

 

 

 

pub

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste