ALGARVE REPORTAGEM ÚLTIMAS

Castro Marim, um concelho para (re)descobrir

.

Município mostra alguns dos seus encantos (naturais, culturais, gastronómicos, entre outros) e as suas potencialidades para atrair turistas

DOMINGOS VIEGAS

Mostrar o Algarve a quem trabalha com turistas na região e a jornalistas. Este é o principal objetivo do projeto “Redescobrir os Segredos do Algarve”, da Região de Turismo do Algarve (RTA) e que na última semana teve como alvo o concelho de Castro Marim.

Durante um dia, um grupo de operadores turísticos, agentes de viagens e profissionais da comunicação social tiveram a possibilidade de alargar os seus conhecimentos sobre os atrativos turísticos daquele concelho, de forma a poder, posteriormente, divulgar alguns dos “segredos” deste município aos milhões de visitantes e de potenciais visitantes.

A ‘fam trip’ começou no Centro de Interpretação do Território, localizado no Revelim de Santo António, o local ideal para qualquer turista iniciar um roteiro pelo município.

.

Inaugurado em 2009, este espaço, que alia a componente tradicional às novas tecnologias, é um dos elementos construídos no âmbito da requalificação daquela zona da vila e permite ao visitante, através de um mapa em relevo e de projeções de vídeo, ficar a saber, de uma forma geral, quase tudo o que o concelho tem para oferecer. Fora do edifício, a panorâmica permite apreciar grande parte da vila, as salinas e o rio Guadiana, com Espanha no outro lado.

Depois foi a vez do castelo, o local mais emblemático do concelho em termos de património. Um local carregado de história e de memórias e que é, anualmente, o centro nevrálgico dos Dias Medievais.

.

Seguiu-se o renovado mercado municipal, que é agora um posto de turismo da RTA e um local onde o turista pode adquirir produtos locais (desde gastronómicos a artesanato). Neste espaço, a vice-presidente da autarquia, Filomena Sintra, aproveitou para fazer o lançamento de uma nova forma de promoção do concelho: uma caixa com a forma, e o tamanho, de uma lata de conserva, que inclui informação turística do município.

.

A gastronomia foi outro dos destaques. Depois da degustação, no referido mercado, de produtos locais, principalmente bolos e compotas, à base de alfarroba ou de amêndoa, o almoço que decorreu no Restaurante Bela Vista, em Odeleite, com a barragem como pano de fundo incluiu ovos com espargos, queijo fresco de cabra algarvia, enchidos, açorda de galinha e ensopado de cabrito.

No regresso ao litoral, uma passagem pela queijaria do Azinhal, localizada no centro multiusos daquela localidade e onde se transforma o leite das cabras de raça algarvia em queijo e iogurte, bem como uma visita ao Monte Francisco, onde está a ser construído um largo que homenageia o guitarrista Paco de Lucia.

.

O dia terminou no Hotel Praia Verde, localizado na praia com o mesmo nome, e que é já uma referência, inclusivamente, a nível internacional. Esta unidade hoteleira continua a acumular prémios e já foi considerada um dos novos melhores boutique hotéis da Europa. A qualidade da unidade e a grande aposta que esta faz em produtos gastronómicos locais foram alguns dos motivos que levaram a organização desta ‘fam trip’ a incluí-la no roteiro.

Para o presidente da Câmara, Francisco Amaral, Castro Marim “é um dos concelhos mais completos do país [em termos turísticos]” e com “um grande futuro, porque tem muitas potencialidades”. Para justificar estas afirmações, o autarca destacou que o município tem “praias genuínas, gastronomia muito rica, história e cultura dignas, um património natural invejável, paisagens maravilhosas, artesanato bastante rico, unidades hoteleiras de grande qualidade, campos de golfe e, principalmente, gente humilde, afável e que sabe receber os visitantes”.

.

Desidério Silva, presidente da RTA, pegou neste último exemplo apresentado pelo autarca, confirmou-o e sublinhou que “se as pessoas não souberem receber bem, as potencialidades não servem de nada”.

“A qualificação do produto e a sua valorização são obrigações da RTA. Há muita gente da região que não conhece toda região. Pretendemos que o Algarve seja conhecido no seu todo porque a oferta não está concentrada, está distribuída pela região”, explicou o máximo responsável pelo turismo na região.

.

Esta foi a décima segunda ‘fam trip’ realizada no âmbito do projeto “Redescobrir os Segredos do Algarve”, que começou em 2013 e que já incluiu, além de Castro Marim, os concelhos de Alcoutim, São Brás de Alportel, Monchique, Lagos, Lagoa, Aljezur, Tavira, Silves, Faro, Albufeira e Vila do Bispo. A próxima realiza-se em Loulé já no próximo mês de abril, e a seguinte está agendada para maio, em Olhão. Seguem-se Portimão e Vila Real de Santo António.

Advertisements
Tamanho da Fonte
Contraste
%d bloggers like this: