ALGARVE ÚLTIMAS

CCDR explica como é que as instituições de solidariedade podem aceder a fundos comunitários

.
.

No próximo dia 3 de julho, das 09h00 às 12h00, realiza-se nas instalações da CCDR Algarve, em Faro, um Seminário sobre o tema “As IPSS e os Fundos Europeus”, coorganizado pela Comissão de Coordenação Regional e Desenvolvimento Regional do Algarve e pela Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade (CNIS).

Esta iniciativa realiza-se no âmbito do roteiro regional do CRESC Algarve 2020 e pretende divulgar e apresentar os Fundos Europeus para 2014-2020, o apoio e a Coesão Económica e Social na nossa região, nomeadamente direcionados às IPSS, instituições particulares, não administradas pelo Estado ou por um corpo autárquico, sem fins lucrativos e que têm como objetivo a solidariedade e justiça entre os indivíduos.

“A contratualização com as instituições sociais será importante para a região, uma vez que estes fundos comunitários poderão ser utilizados para a intervenção e inclusão social, no combate ao desemprego e à pobreza”, recorda a CCDR Algarve.

A abertura da sessão conta com a presença do presidente da CCDR do Algarve, David Santos, da diretora do Centro Distrital de Faro do Instituto da Segurança Social, Ofélia Ramos, e de um representante da CNIS.

O primeiro painel da sessão será sobre os domínios “ISE – Integração Social e Emprego” e da “Sustentabilidade”, apresentados pelas secretárias técnicas do CRESC Algarve 2020, Maria José Vaz e Filomena Coelho.

Na segunda parte, a cooperação com o setor social e solidário será tema abordado por Ofélia Ramos, do Instituto de Segurança Social. Por último, o painel com o tema “Apoios ao Emprego e à Formação Profissional”, será apresentado pelo diretor do Instituto de Emprego e Formação Profissional, Carlos Baía.

O roteiro regional do CRESC Algarve 2020 terá continuidade com o propósito de divulgar o conjunto de Fundos Comunitários Europeus disponíveis para o período de 2014 – 2020 e mobilizar a procura.

A participação é gratuita e as inscrições são obrigatórias.

.

.

.

.

.

Tamanho da Fonte
Contraste