ALGARVE

CCDR quer reforçar ligações transfronteiriças e cooperação bilateral

Ponte do Guadiana
Ponte do Guadiana

O presidente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Algarve (CCDRR/Algarve), José Apolinário, defendeu esta semana o reforço das ligações transfronteiriças e da cooperação bilateral.

Durante a XIII Reunião da Comissão Luso-Espanhola para a Cooperação Transfronteiriça, em Mérida, na quarta-feira, foram aprovadas várias recomendações que serão submetidas aos governos de Lisboa e Madrid, na Cimeira Ibérica que vai decorrer durante o mês de outubro.

Entre as recomendações consta a prioridade à realização da ligação transfronteiriça Alcoutim – Sanlúcar de Guadiana, o reforço da fachada portuária, a consolidação do Guadiana como via navegável até Mértola e a conclusão da primeira rota atlântica pertencente à rede europeia de ciclovias que vai ligar Sagres a Ayamonte.

Foi também defendida a ligação dos corredores transeuropeus do Atlântico e Mediterrânico de Andaluzia até ao Algarvia, através de uma linha de alta velocidade desde o Aeroporto de Sevilha, Huelva até ao Aeroporto de Faro e, no futuro, Beja a Lisboa.

Durante a reunião, a Comissão Luso-Espanhola para a Cooperação Transfronteiriça congratulou-se “com o andamento dos trabalhos previstos na Estratégia Comum de Desenvolvimento Transfronteiriço” e pelo “do financiamento disponibilizado pelo Programa Operacional de Cooperação Transfronteiriça Espanha – Portugal”, que já disponibilizou 484 milhões de euros para a execução de 238 projetos.

A entidade defendeu ainda “uma clarificação dos critérios para o fecho e abertura de fronteiras, envolvimento a comunidades locais, o reforço da promoção do bilinguismo, criação de instrumentos de favoreçam a recuperação das estruturas empresariais e a reativação da atividade económica e laboral, a necessidade de protocolos conjuntos para a gestão de emergências sanitárias e biológicas, proteção civil e fenómenos climáticos adversos, defendendo-se inclusivamente a criação de um 112 Transfronteiriço, bem como a unificação das normas para a utilização de drones e de transferências de chamadas relacionadas com emergências nos territórios transfronteiriços”.

PUB
WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste