CDU: Fundos comunitários devem ser usados para diversificar a economia

Catarina Marques, cabeça de lista pelo círculo de Faro, recordou a problemática da necessidade de diversificação da economia algarvia e refere que “o Orçamento do Estado praticamente já não financia o investimento público na região que ficou totalmente dependente de fundos comunitários. Esta é uma opção errada. É preciso aumentar o investimento público para pelo menos 5% do valor do PIB. É preciso investir nos serviços públicos, nos equipamentos sociais como creches e lares, na ferrovia e numa verdadeira rede de transportes públicos alargando substancialmente a oferta. E o Algarve precisa de investir na diversificação da sua atividade económica. Requalificar portos e barras, promover dragagens, ativar estruturas da administração central de apoio à agricultura, e à floresta, promover a construção de habitação pública, a reabilitação e a conservação do património cultural e ambiental”, sugere.

Sandra Pereira, deputada do PCP no Parlamento Europeu, juntou-se também este sábado, à campanha da CDU no Algarve. Ao lado de Catarina Marques e de outros candidatos e ativistas da CDU, participou em várias ações ao longo do dia nos concelhos de Faro e de Loulé

- Publicidade-spot_img

Deixe um comentário

+ Populares

- Publicidade -castro-marim-santos
- Publicidade-spot_img

Leia Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Tem uma Dica?

Contamos consigo para investigar e noticiar

Tamanho da Fonte
Contraste