Centro Cultural de Lagos completa 20 anos

.

O Centro Cultural de Lagos, localizado em pleno coração da zona histórica da cidade, está a comemorar esta semana duas décadas de atividade. O edifício ficou concluído em outubro de 1989, tendo sido inaugurado em 24 de outubro de 1992, com a presença do então primeiro-ministro Cavaco Silva.

Numa discreta homenagem à Sociedade Filarmónica Lacobrigense 1º de Maio e ao seu projeto, foi-lhe dada a honra de inaugurar o auditório do Centro Cultural de Lagos, dando a sua banda um concerto que assinalou o início da sua atividade cultural.

Ao longo dos últimos 20 anos têm passado pelo auditório do CCL grandes espetáculos e companhias de bailado, nomes conhecidos do mundo da música, companhias de teatro, incluindo, mais recentemente, a apresentação de uma peça sinfónica exclusiva – “Suite das Descobertas”- da autoria do maestro e compositor Armando Mota, e interpretada pela Orquestra do Algarve, especificamente para a celebração dos 550 anos sobre a morte do Infante D. Henrique, ocasião que voltou a contar com a presença, no CCL, de Aníbal Cavaco Silva, desta vez como Presidente da República.

Atualmente, o Centro Cultural de Lagos continua a ser um dos mais importantes equipamentos culturais do município, acolhendo inúmeros eventos culturais e artísticos.

“Continua a ser um espaço privilegiado de encontro e de partilha de experiências, contribuindo para o florescimento de todas as expressões de criação e difusão artística, desde o teatro à dança, da música às artes plásticas e ao cinema, bem como para a apresentação de outro tipo de eventos, sejam eles conferências ou congressos, ou mesmo iniciativas de índole social, segundo critérios de elevada qualidade”, frisa a autarquia.

Advertisements
Advertisements
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste