Ciclismo: Bora, Team Emirates e Caja Rural em força na Volta ao Algarve

As equipas Bora-hansgrohe, UAE Team Emirates e Caja Rural-Seguros RGA escolheram corredores de primeiro plano para a 45.ª Volta ao Algarve, a disputar entre 20 e 24 de fevereiro, revelou a organização.

Terceira classificada no ranking coletivo de 2018, a germânica Bora-hansgrohe apresenta-se na corrida portuguesa com aspirações a discutir etapas e a classificação geral. Pascal Ackermann, campeão da Alemanha de fundo e um dos sprinters do WorldTour com mais vitórias em 2018 – nove triunfos -, é um dos candidatos a vencer a primeira e a quarta etapas, com previsível chegada em pelotão.

Maciej Bodnar, campeão da Polónia de contrarrelógio, é um nome a ter em conta na terceira etapa, um exercício individual de 20,3 quilómetros, a disputar em Lagoa. O tridente mais destacado da Bora-hansgrohe completa-se com o corredor da equipa que conseguiu o melhor resultado em grandes voltas na temporada de 2018, o austríaco Patrik Konrad, sétimo na Volta a Itália. Estão ainda convocados os alemães Andreas Schillinger, Michael Schwarzmann e Rüdiger Selig, além do luxemburguês Jean-Pierre Drucker.

Também do WorldTour, a UAE Team Emirates participa na Volta ao Algarve com uma das principais estrelas do plantel, o italiano Fabio Aru, vencedor da Volta a Espanha em 2015. Num bloco misto de experiência e juventude, a formação árabe traz ao Algarve dois jovens com provas dadas nas chegadas ao sprint, o italiano Simone Consonni e o belga Jasper Philipsen, aos quais se juntam o bielorrusso Alexandr Riabushenko, campeão europeu de sub-23 em 2016, o croata Kristijan Đurasek e os italianos Valerio Conti e Roberto Ferrari.

Os portugueses da equipa não estarão presentes, uma vez que os gémeos Ivo e Rui Oliveira participam no Mundial de Pista, que começa três dias depois da Volta ao Algarve, e Rui Costa é desejado pelos patrocinadores do novo UAE Tour, que se inicia no dia em que termina a corrida portuguesa.

A espanhola Caja Rural-Seguros RGA, formação continental profissional, decidiu apresentar-se na Volta ao Algarve com as principais contratações para 2019. Entre os selecionados está o campeão português de fundo e de contrarrelógio, Domingos Gonçalves. Ao minhoto junta-se no lote das estrelas da equipa o russo Sergei Chernetskii, corredor com vários anos de experiência no WorldTour e candidato às primeiras posições na geral, numa corrida em que conseguiu o sétimo lugar em 2015.

Nas chegadas ao sprint, a Caja Rural-Seguros RGA conta com os préstimos do italiano Matteo Malucelli, que chega em 2019 ao bloco espanhol depois de uma época em que conquistou sete vitórias e vários lugares de honra. O alinhamento completa-se com o uruguaio Mauricio Moreira e com os espanhóis Jon Aberasturi, Antonio Molina e Gonzalo Serrano.

A Volta ao Algarve é uma corrida de classe 2.HC, a mais elevada do circuito Europe Tour. Será disputada por 24 equipas, entre as quais 12 do WorldTour, o topo da modalidade.

Advertisements

pub

 

Advertisements
WP Facebook Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste