Cinco pessoas morreram nas praias algarvias durante a época balnear

Destas cinco, em praias marítimas não vigiadas, o primeiro acidente aconteceu na Praia do Barril, em Tavira, a 22 de julho devido a doença súbita, enquanto quatro dias depois ocorreu a mesma situação na Praia dos Pescadores, em Armação de Pêra.

Já em setembro e outubro houve registo de outras duas vítimas mortais devido a doença súbita na Praia de Armação de Pêra e na Praia de Odeceixe, em Aljezur.

Em zonas marítimas não vigiadas, o Algarve tem registado apenas uma vítima mortal devido a doença súbita na Ria de Alvor, em Portimão, no dia 7 de julho.

Juntamente com estas cinco, a nível nacional foram registados 14 acidentes morais, 8 deles em praias marítimas vigiadas, 1 em praias marítimas não vigiadas, duas em praias marítimas não vigiadas à data do acidente e três em outras zonas marítimas não vigiadas.

Em todo o País, durante a época balnear foram feitos 663 salvamentos e 2518 ações de primeiros socorros, com um dispositivo composto por 452 elementos da Polícia Marítima, 121 tripulantes das Estações Salva-vidas e 106 militares da Marinha.

Este ano foram ainda utilizadas 29 viaturas AMAROK, 7 motas 4×4, 1 mota de salvamento marítimo e vigilância monitorizada feita por 66 militares da Marinha.

Deixe um comentário

- Publicidade-spot_img

+ Populares

- Publicidade -festa-da-espiga

Leia Também

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite o seu comentário!
Por favor, digite o seu nome

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

Tem uma Dica?

Contamos consigo para investigar e noticiar

Tamanho da Fonte
Contraste