ALGARVE COVID-19

Clientes desrespeitam regras sanitárias nos restaurantes

[mobileonly] [/mobileonly]

Alguns restaurantes, snack bares e cafés do Algarve estão a enfrentar grandes dificuldades no cumprimento das regras de isolamento social, graças ao comportamento pouco civilizado de muitos clientes, disseram esta semana ao JA alguns donos e empresários de estabelecimentos comerciais.

Trabalhador de um restaurante em Albufeira que reabriu portas a 18 de maio, Ruben Granadeiro garante que não está a passar por dias fáceis: “Todos os dias temos situações em que os clientes chegam ao restaurante sem máscara e quando explicamos a situação e pedimos para a colocar parece que viramos extraterrestres, somos simplesmente gozados”, diz ao JA.

Observa que estas situações ocorrem sobretudo com os turistas portugueses e com os residentes locais e lamenta que ainda não tenha visto ninguém a inspecionar os espaços comercias.

“Se isto continuar assim, quando chegarmos a julho, os poucos empregados que estão a trabalhar neste sector vão acabar por ficar infetados”, alvitra o empregado de restaurante.

Empregado de um snack-bar na ilha do Faro, António Ferreira garante por seu turno que a maior parte dos clientes “sentam-se na mesma” quando lhes pede algum tempo para que desinfete mesas e cadeiras. “E a Polícia só lá vai se houver queixa”, lamenta.

“Às vezes, quando vou desinfetar as mesas, ainda gozam comigo. Dizem que já estão desinfetados, como ainda há dias ouvi”, conta, garantindo que, ao contrário do que seria de supor, a resistência às regras é maioritária por parte dos seus clientes.

António assevera que tem quase sempre direito a “cara feia” quando pede aos seus clientes para colocarem a máscara. “As regras são para usar máscara fora das mesas, mas raros são os que as usam quando vão à casa de banho ou saem do restaurante”, lamenta.

JP.

WP2Social Auto Publish Powered By : XYZScripts.com
Tamanho da Fonte
Contraste